Focado na Série B com o Botafogo, Jefferson evita polêmica com Fifa e CBF

Neste sábado, Jefferson vai fazer o seu último jogo pelo Botafogo antes de se apresentar à seleção brasileira para a disputa da Copa América. Em entrevista coletiva após treino desta quinta-feira, o jogador tentou passar confiança aos demais jogadores sobre o período em que ficará ausente e comentou a polêmica de corrupção acometeu a Fifa e CBF nos últimos dias.

Estadão Conteúdo

28 de maio de 2015 | 20h33

"Não estou muito a par, até porque os jogadores estão fora dessa polêmica. Queremos que não haja corrupção no futebol, sempre zelamos por um futebol honesto, mas nós jogadores deixamos essa situação para as autoridades e procuramos não nos intrometer", afirmou Jefferson, um dos integrantes do Bom Senso FC, grupo formado por jogadores que reivindica melhorias no futebol brasileiro.

Diante dos bons resultados do Botafogo neste início de Série B do Campeonato Brasileiro, Jefferson tentou transmitir otimismo aos companheiros. Ele deve desfalcar o time por sete jogos - entre Copa do Brasil e Brasileiro. "Jefferson presente ou não, o sonho continua. Vou estar lá (na seleção) torcendo. Vou ficar com saudade, mas quem estiver no clube dará conta do recado", comentou o goleiro.

O adversário da próxima rodada será o Vitória, no estádio Engenhão, no Rio, às 16h30 deste sábado. O Botafogo ocupa a quarta posição na Série B, com sete pontos, um a mais que o time baiano, o sexto colocado.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBotafogoJefferson

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.