Issei Kato/AP
Issei Kato/AP

'Foi um resultado justo', diz capitão do Barcelona

Sobre Neymar, Puyol elogiou o brasileiro e afirmou que o Barça soube 'controlá-lo'

AE, Agência Estado

18 de dezembro de 2011 | 10h50

O zagueiro e capitão do Barcelona, Puyol, fez um análise simples e direta da vitória sobre o Santos, por 4 a 0, neste domingo, 18, em Yokohama, no Japão, que deu o título do Mundial de Clubes ao time espanhol. "Controlamos bem o time deles e jogamos com intensidade. Fizemos uma boa partida. Foi um resultado justo", avaliou o jogador, numa rápida entrevista ainda dentro de campo, antes de erguer o troféu de campeão.

Segundo Puyol, a defesa do Barcelona chegou a temer o duelo com o atacante brasileiro Neymar na decisão deste domingo. Mas, no fim, o time espanhol conseguiu evitar as investidas da principal arma santista e conquistou uma vitória fácil na final do Mundial. "Neymar deu um pouco de medo quando nós o analisamos. Ele é um grande jogador, mas conseguimos controlá-lo bem", afirmou o zagueiro espanhol.

Puyol também aproveitou a entrevista oficial da Fifa, dentro do gramado, para dedicar o título ao atacante David Villa, que sofreu uma fratura na perna esquerda durante a semifinal do Mundial, na última quinta-feira, contra o Al-Sadd. E avisou que o já incrível Barcelona ainda pode mostrar evolução no futuro. "Estamos trabalhando bem, mas temos que tentar melhorar a cada dia", disse o capitão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.