'Fomos superiores ao Brasil', diz técnico do Equador

Sixto Vizuete elogia atuação da equipe neste domingo e já pensa no confronto contra o Paraguai

Agencia Estado

29 de março de 2009 | 22h07

Apesar de demonstrar insatisfação com o empate do Equador com a seleção brasileira por 1 a 1, neste domingo, o técnico equatoriano Sixto Vizuete afirmou que a sua equipe foi "superior" ao Brasil.

Veja também:

linkSem jogar bem, Brasil fica no 1 a 1 contra o Equador

especialVisite o canal especial das Eliminatórias da Copa

tabela Eliminatórias da Copa - Classificação

lista Eliminatórias da Copa - Calendário / Resultados

especial Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão

"Nós fomos superiores ao Brasil em todos os momentos da partida", disse o treinador, lamentando o resultado do jogo disputado em Quito. Apesar de pressionar o Brasil na maior parte da partida, o Equador só obteve o empate aos 44 minutos do segundo tempo, após Júlio Baptista abrir o placar aos 27 da etapa.

O resultado deixou a seleção equatoriana em situação difícil na tabela das Eliminatórias. A equipe tem agora 13 pontos e ocupa a sétima posição, mais distante dos quatro primeiros colocados, que garantem vaga na Copa do Mundo de 2010.

"Este ponto nos serve", disse o técnico, tentando não desanimar. "Temos que estar motivados para enfrentar o Paraguai e conquistar quatro dos seis pontos possíveis agora", afirmou, se referindo à soma da pontuação nessas duas rodadas.

O Equador enfrentará o líder Paraguai na quarta-feira. "Temos que ser otimistas. Queremos ver um Equador batalhador diante dos paraguaios", avisou Vizuete.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.