Fora da Copa, Demichelis diz que perdeu a vontade de viver

O zagueiro e volante do Bayern de Munique Martin Demichelis afirmou nesta terça-feira que perdeu a vontade de viver após ter ficado de fora da seleção argentina que vai à Copa do Mundo de 2006. "Não é que eu não tenha mais vontade de jogar, eu não tenho mais vontade de viver", disse o jogador a uma emissora de televisão argentina. Demichelis, de 25 anos, vinha sendo constantemente convocado pelo técnico Jose Pekerman para os jogos da Argentina. Sua ausência na relação que vai ao Mundial foi considerada surpresa para a imprensa de seu país.

Agencia Estado,

16 Maio 2006 | 18h08

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.