Arquivo/AE
Arquivo/AE

Fora da Copa do Brasil, Mancini diz que Santos não jogou mal

Após derrota por 1 a 0 para o CSA na Vila Belmiro, treinador ressalta luta e empenho dos jogadores em campo

Redação,

23 de abril de 2009 | 00h45

O técnico do Santos, Vágner Mancini, certamente não esperava ver seu time eliminado da Copa do Brasil pelo inexpressivo CSA em plena semana do primeiro jogo da final do Campeonato Paulista. Mesmo assim, após o resultado negativo na Vila Belmiro, ele tentou demonstrar tranquilidade.

Veja também:

linkSantos é surpreendido pelo CSA e está fora da Copa do Brasil

Copa do Brasil - tabela Calendário / Resultados

especial Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão

"Temos que ter calma para não fazer uma análise equivocada da partida. Atacamos bastante e não jogamos mal, mas infelizmente faltou o gol", declarou o treinador, ao lamentar a derrota por 1 a 0 para o CSA (AL).

Para o comandante santista, o problema foi o time ter tentado balançar as redes de forma desorganizada. "Ninguém pode dizer que faltou luta, faltou empenho. Não foi a primeira derrota de uma equipe favorita e não vai ser a última", destacou.

Vágner Mancini ainda teve que explicar mais uma atuação ruim do meia Lúcio Flávio, que recebeu outra chance de iniciar como titular e deixou o campo no início da etapa final vaiado pela torcida.

"Ele iniciou bem o jogo, articulou boas jogadas, mas caiu de produção na segunda parte do primeiro tempo", afirmou o técnico.

Já pelos lados do CSA, o pós-jogo foi só de alegria. "São coisas do futebol, estamos mal no Alagoano e invictos na Copa do Brasil. Esse resultado vai entrar para a história das Alagoas", comemorou o treinador estreante Gilmar Batista.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.