Fora da Copa do Mundo, Angola demite treinador

A Federação Angolana de Futebol anunciou neste domingo a demissão do técnico uruguaio Gustavo Ferrín. A entidade tomou a decisão depois que o treinador falhou na tarefa de levar a seleção do país à Copa do Mundo de 2014, no Brasil, sendo eliminado ainda na fase de grupos das Eliminatórias Africanas.

AE, Agência Estado

13 de outubro de 2013 | 15h40

A seleção angolana decepcionou nas Eliminatórias, ganhando apenas uma das seis partidas disputadas, com quatro empates e uma derrota. A campanha resultou na terceira colocação do Grupo J, com sete pontos, e no fim do sonho de voltar a uma Copa do Mundo. A única vez que o país foi ao Mundial foi em 2006, na Alemanha.

Ferrín foi o segundo técnico demitido de uma seleção africana nos últimos dias, depois que Stanley Tshosane deixou a equipe de Botswana. Ele também não conseguiu levar seus comandados à Copa do Mundo de 2014. Os botsuaneses caíram na fase de grupos ao somarem sete pontos em seis partidas, com duas vitórias, um empate e três derrotas.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolseleção angolana

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.