Bernadett Szabo/Reuters
Bernadett Szabo/Reuters

Fora da Copa, seleção da Hungria contrata técnico belga

Georges Leekens assina contrato de dois anos

Estadão Conteúdo

30 Outubro 2017 | 14h18

Sem conseguir se classificar para a Copa do Mundo de 2018, na Rússia, a seleção da Hungria anunciou nesta segunda-feira seu novo treinador. Trata-se do belga Georges Leekens, que já comandou Bélgica, Argélia e Tunísia. Ele assinou contrato válido por dois anos com a Associação de Futebol da Hungria.

+ Lesionado, Lewandowski desfalcará Bayern contra o Celtic na Liga dos Campeões

+ De virada e sem brilho, Torino derrota Cagliari em casa pelo Campeonato Italiano

O treinador de 68 anos foi contratado para substituir o alemão Bernd Stock, demitido no início do mês. Stock não resistiu à fraca campanha da Hungria nas Eliminatórias. Vice-campeã mundial em 1938 e 1954, a equipe húngara não disputa uma Copa do Mundo desde a edição de 1986.

"Eu não posso garantir sucesso, apenas trabalho duro. Eu vou formar um time que vai lutar até o fim pela vaga na Eurocopa na próxima Eliminatórias", declarou o técnico, que só vai assumir as funções de fato no início do próximo ano. O interino Zoltan Szelesi comandará a equipe nos amistosos com Luxemburgo e Costa Rica, em novembro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.