Filipe Araújo/AE - 01/10/2011
Filipe Araújo/AE - 01/10/2011

Fora da lista, Ralf espera nova chance na seleção

Volante revela surpresa por não ter sido chamado para os amistosos com o Iraque e o Japão

VÍTOR MARQUES, O Estado de S. Paulo

27 de setembro de 2012 | 18h25

SÃO PAULO - O volante Ralf, do Corinthians, esperava ter sido convocado para defender a seleção brasileira nos dois amistosos do mês que vem, contra Japão e Iraque, ambos na Europa. Nesta quinta-feira, em entrevista coletiva no CT do Parque Ecológico, o volante se mostrou frustrado por não ter sido chamado por Mano, que preferiu convocar apenas um jogador por clube brasileiro. Paulinho foi o corintiano escolhido.

"Fiquei surpreso pelo fato de eu estar no jogo contra a Argentina e não estar nessa lista. Eu esperava uma oportunidade, mas cabe a mim trabalhar e esperar uma nova convocação", destacou Ralf, antes de ser avisado da decisão de Mano convocar apenas um atleta de cada clube brasileiro para não prejudicá-los no Brasileirão

Aí Ralf demonstrou compreender melhor a opção do treinador da seleção, mas lembrou que vai trabalhar para voltar a ser chamado. "Eu fiquei de fora por isso, mas fiquei feliz pelo Paulinho. Isso não vai tirar o meu foco. Vou continuar trabalhando para voltar para a seleção", completou o volante.

Outro que tinha expectativas de ser chamado, uma vez que jogou como titular no Superclássico das Américas, era Fábio Santos. Mas o lateral-esquerdo entendeu a escolha de Mano, que chamou Adriano, Alex Sandro e Marcelo para a posição. "A convocação foi bem feita. Cabe a mim trabalhar para voltar à seleção. Agora eu tenho um jogo contra a Argentina. Se eu entrar em campo, quero deixar uma boa impressão para ganhar uma nova chance", disse ele.

TIME - Nesta quinta-feira, o Tite comandou um mini coletivo no CT do Parque Ecológico. Com Emerson liberado para ficar sem treinar até segunda-feira, ele escalou o ataque com Guerrero fazendo companhia a Romarinho. Na zaga, Wallace, que vai ser julgado sexta pelo STJD e pode ser suspenso por até três partidas por pisar em Barcos, treinou como titular. Caso seja punido, dará lugar à estreia de Anderson Polga diante do Sport, domingo, no Pacaembu.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCorinthiansBrasileirão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.