Clayton de Souza/Estadão
Clayton de Souza/Estadão

Fora de sua arena por um mês, Palmeiras se preocupa com gramado

Allianz Parque receberá shows de Rod Stewart e Katy Perry

Gonçalo Junior, O Estado de S. Paulo

14 de setembro de 2015 | 13h29

O Palmeiras deverá ficar um mês longe do Allianz Parque. Após a vitória sobre o Figueirense, no último sábado, a equipe só deve voltar a atuar no seu estádio no dia 14 de outubro contra a Ponte Preta, pelo Campeonato Brasileiro. São dois confrontos que o Palmeiras terá de fazer fora de sua arena.

A CBF já confirmou que a partida do próximo sábado, contra o Grêmio, será no Pacaembu, no horário das 18h30. O jogo contra o Internacional, a volta das quartas de final da Copa do Brasil, no dia 30, ainda está marcado para o Allianz Parque, mas a tabela deverá ser alterada.

"O que preocupa depois do shows é a situação do gramado. Hoje está em excelentes condições, muito bom. Só que parece que o palco de um desses shows é gigantesco e com certeza vai prejudicar muito gramado. Esperamos que a construtora tenha conseguido uma evolução ao mecanismo de proteção e que os danos sejam menores", disse o goleiro Fernando Prass.

Nas próximas semanas, o estádio será utilizado pela construtora WTorre para dois shows. No dia 19, o cantor Rod Stewart vai se apresentar no anfiteatro, localizado atrás de um dos gols. No dia 24, a cantora Katy Perry fará um show.

De acordo com a construtora, dois dias serão suficientes para a retirada da estrutura do palco, o que deixaria o estádio à disposição para o jogo da Copa do Brasil contra o Inter. O problema, no entanto, é a recuperação do gramado.

Desde novembro do ano passado, o Palmeiras fez 31 partidas na arena, com 21 vitórias, cinco empates e cinco derrotas. A média de público é de 29,7 mil torcedores e já foram arrecadados mais de R$ 58 milhões.

Tudo o que sabemos sobre:
FutebolPalmeirasAllianz Parque

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.