Reprodução / Instagram / Neymar Jr.
Reprodução / Instagram / Neymar Jr.

Fora de jogo do PSG e já no Brasil, Neymar tem ausência justificada por técnico

Thomas Tuchel diz que brasileiro tem permissão para tirar duas semanas de férias e ainda está lesionado

Redação, Estadão Conteúdo

21 de dezembro de 2018 | 12h18

Liberado para passar as festas de fim de ano no Brasil, Neymar já desembarcou no País e está fora do jogo que o Paris Saint-Germain fará contra o Nantes, neste sábado, em casa, pelo Campeonato Francês. Embora esta liberação possa ser vista como um privilégio de um jogador que é o principal astro do time, o técnico Thomas Tuchel justificou a ausência do atacante nesta sexta-feira, defendendo a estrela brasileira.

"Neymar foi ao Brasil com a minha permissão", avisou o treinador, em entrevista coletiva, para depois garantir que o atleta ainda está em processo de recuperação de uma lesão que o fez ficar fora de partida contra o Orleans, na última terça-feira, pela Copa da Liga Francesa.

O comandante reconheceu que Neymar precisou ir para o sacrifício no confronto decisivo diante do Estrela Vermelha, na Sérvia, no último dia 11, pela rodada final da fase de grupos da Liga dos Campeões, e ainda disse que o brasileiro manifestou o desejo de atuar nos jogos seguintes do PSG. Porém, ele assegurou que o jogador foi descartado destas partidas para não correr o risco de agravar a sua lesão.

"Ele jogou lesionado em Belgrado (contra o Estrela Vermelha), e ainda está. Ele quer jogar todos os jogos, mas você tem de ser inteligente e não se arriscar com esta lesão. Ele tem a oportunidade de aproveitar duas semanas de férias. É necessário, então deixamos ele voltar para o Brasil", afirmou Tuchel.

Já ao falar sobre o fato de Neymar ter atuado lesionado contra o time sérvio pela competição continental, o comandante alemão ressaltou: "Era um risco, mas era um jogo muito importante. Estamos muito felizes porque as coisas (problemas musculares do astro) não se agravaram".

O PSG é o líder disparado do Campeonato Francês, com 44 pontos, dez à frente do Lille, atual segundo colocado. Já na Liga dos Campeões, a equipe terá pela frente o Manchester United pelas oitavas de final. Na rodada derradeira da fase de grupos, no dia 11, Neymar foi o autor de um dos gols da vitória por 4 a 1 sobre o Estrela Vermelha, que assegurou a classificação à próxima fase do torneio.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.