Renan Cacioli/ Estadão
Renan Cacioli/ Estadão

Fora do Morumbi, torcida do São Paulo protesta contra 'time amarelão'

Grupo de torcedores permanece em frente ao portão principal do estádio xingando jogadores e dirigentes

Renan Cacioli, O Estado de S. Paulo

14 de fevereiro de 2019 | 00h40

Revoltada com mais uma eliminação do São Paulo, que só empatou com o Talleres-ARG por 0 a 0 e deu adeus precocemente à Libertadores, parte da torcida permaneceu em frente ao portão principal do Morumbi para protestar e xingar jogadores e dirigentes do clube. A polícia, do lado de dentro, observa a movimentação. Houve um princípio de confusão apenas no início do ato.

"Não é mole, não, tamo cansado de time amarelão", gritaram em determinado momento os torcedores, que elegeram alguns nomes da equipe para culpar pela má fase: os laterais Bruno Peres e Reinaldo e o meia Diego Souza foram alguns "homenageados" com xingamentos. "Ah, que bom seria, se o Diego Souza voltasse pra Bahia", cantou o grupo, apesar de a passagem do jogador no Nordeste ter sido pelo Sport, que é do Recife.

A figura do presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, foi o principal alvo. Os palavrões e pedidos para o dirigente deixar o clube já haviam sido ditos durante o jogo, nas arquibancadas.

 
Notícias relacionadas

    Encontrou algum erro? Entre em contato

    Tendências:

    O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.