Alex Silva/Estadão Conteúdo
Alex Silva/Estadão Conteúdo

Fora dos campos desde 2011, Breno se emociona em retorno ao futebol

Zagueiro celebra a volta por cima na carreira após anos de luta

CIRO CAMPOS, O Estado de S. Paulo

09 de agosto de 2015 | 19h41

Com exceção do gol, o momento de mais vibração da torcida do São Paulo neste domingo no Morumbi foi aos 13 minutos do segundo tempo, quando Breno entrou em campo. O jogador não atuava desde abril de 2011, passou cerca de dois anos preso na Alemanha e após ter enfrentado o Corinthians, pelo Campeonato Brasileiro, disse que estava emocionado pela oportunidade de retornar ao futebol.

Breno atuou como volante e ajudou na marcação na etapa final do jogo, que acabou empatado por 1 a 1. "Para mim é uma emoção grande. Só eu e minha esposa sabemos a luta que foi no Bayern de Munique e sempre coloquei na minha cabeça que iria dar a volta por cima", comentou o defensor, que veste a camisa 33, mesmo número da época em que foi lançado no time profissional do São Paulo, em 2007.

O zagueiro esteve preso por atear fogo à própria casa em que morava na Alemanha. A libertação foi no fim do ano passado, quando assinou contrato com o São Paulo e iniciou a preparação para voltar a jogar. A reestreia foi neste domingo e valeu elogios do técnico Juan Carlos Osorio. "Cada vez mais acho que ele está perto do time titular, compete muito bem, com energia e vigor", disse o colombiano.

O retorno ao futebol deixou Breno otimista também para a sequência do São Paulo. Apesar da sétima posição na tabela, o defensor aposta em chance de conquista do título, como em 2007, quando foi titular da equipe e entrou na seleção do campeonato. "Claro que estamos na briga. Todo mundo está próximo. Se a gente ganhasse, seríamos terceiro. Vamos brigar até o final", completou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSão Paulo FCBreno

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.