Fora, Ponte Preta tenta quebrar jejum de vitórias e gols contra o Joinville

Sem vencer ou marcar gols há quatro rodadas, a Ponte Preta entra em campo pressionada contra o lanterna Joinville, pela 14.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Campeões e vices da Série B de 2014, respectivamente, catarinenses e paulistas se enfrentam neste domingo, às 18h30, na Arena Joinville, em Joinville (SC).

Estadão Conteúdo

19 de julho de 2015 | 08h45

Não bastasse a má fase, o time de Campinas fará o seu primeiro jogo sem o meia Renato Cajá, negociado com o Sharjah FC, dos Emirados Árabes Unidos. Fato que só aumenta a pressão sobre o clube, que ocupa posição intermediária, com 17 pontos, mas que venceu apenas um dos últimos oito jogos.

Para a vaga de Renato Cajá, o técnico Guto Ferreira promoverá a estreia do meia Felipe. Contratado por empréstimo do Atlético Paranaense, o jogador já está regularizado. "A Ponte é um time veloz e também tem qualidade. Tenho certeza que logo vamos encaixar e voltar a fazer grandes jogos", destacou Felipe.

O meia não será a única novidade. O volante Josimar também se recuperou de uma virose e volta, após ficar fora as últimas três partidas. Ele entra na vaga de Juninho. Apesar da seca de quatro jogos, o ataque continuará a ser formado por Felipe Azevedo, Biro Biro e Diego Oliveira. Um trio forte e que tem tudo para dar cabo ao jejum de gols.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoPonte Preta

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.