Manu Fernandez/AP
Manu Fernandez/AP

Fora por 15 dias, Diego Costa pode ser cortado da seleção da Espanha

Exame contatou uma microrruptura no bíceps femoral da perna direita do atacante

O Estado de S. Paulo

26 de maio de 2014 | 16h09

MADRI - A tentativa de jogar a final da Liga dos Campeões, sábado, pode deixar Diego Costa fora da Copa do Mundo. Nesta segunda-feira, o jogador brasileiro, naturalizado espanhol, passou por exames em Madri e foi constatada uma microrruptura no bíceps femoral da perna direita. De acordo com a imprensa espanhola, o prazo previsto para ele voltar aos treinos é de duas semanas. A Espanha estreia no Mundial em 18 dias.

De acordo com o AS e o Marca, ambos jornais de Madri, Pedro Guillén, médico e diretor da Clínica Centro, onde Diego Costa foi examinado, o exame radiológico mostrou que lesão é de grau 1, o que o faria ficar duas semanas sem ir a campo.

Diego Costa corria sério risco de ficar fora da final da Liga dos Campeões, por conta desta mesma lesão. O centroavante optou por um tratamento inovador, com placenta de cavalo, realizado por uma médica sérvia. Por isso, o espanhol viajou até Sarajevo, na semana passada.

Escalado como titular do Atlético de Madrid, o atacante só aguentou oito minutos em campo até pedir para sair. Assim como os demais jogadores que atuaram na final, ele não foi convocado por Vicente Del Bosque para o amistoso de sexta-feira, entre Espanha e Bolívia.

Em entrevista coletiva no domingo, porém, o treinador foi muito claro ao afirmar que, os jogadores que constarem na lista final, segunda-feira que vem, precisam todos ter condições de entrar em campo. "A Copa começa contra a Holanda (em 13 de junho) e queremos todos prontos para jogar", disse ele na ocasião.

A imprensa espanhola, entretanto, acredita que existe a possibilidade de o treinador abrir uma exceção para Diego Costa. Afinal, o jogador recusou defender o Brasil depois de conversar com Real Federação Espanhola de Futebol sobre a chance de disputar a Copa. Assim, haveria a responsabilidade, por parte dos espanhóis, de se esforçar no cumprimento do acordo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.