Fora, Vasco quer derrotar o Palmeiras para seguir 100%

No atual momento, o Vasco 100% pouco se importa se o Palmeiras vai estar com sua força máxima ou se vai poupar jogadores por causa da disputa paralela da Copa do Brasil. A meta é vencer o rival alviverde neste domingo, a partir das 16 horas, na Arena Barueri, pela quinta rodada, e seguir com a campanha perfeita e a liderança isolada do Campeonato Brasileiro.

LEONARDO MAIA, Agência Estado

17 de junho de 2012 | 09h07

Caso obtenha o triunfo, o Vasco vai igualar o seu melhor início no Nacional. Venceu as cinco primeiras em 1988, com a quinta partida justamente contra os palmeirenses. Para isso, o técnico Cristóvão Borges conta com a segurança e categoria do zagueiro Dedé, a força ofensiva do lateral-direito Fagner e a versatilidade e resistência física do volante Rômulo, todos de volta ao time titular. O que resulta na saída de Renato Silva, Allan e Fellipe Bastos, respectivamente.

O treinador cruzmaltino está especialmente satisfeito, pois julga ter encontrado a formação ideal com o deslocamento de Felipe para a lateral esquerda. Com a lesão de Thiago Feltri, o veterano meia voltou às origens e se destacou nas duas últimas rodadas, apresentando fôlego de garoto e a categoria habitual.

Thiago Feltri já está recuperado, mas Cristóvão Borges mantém Felipe e seus 34 anos na desgastante dupla função de lateral. Depois do último coletivo, na última sexta-feira, treinador e jogador conversaram em tom descontraído, mas o comandante confessou que Felipe não se furtou a reclamar da sacrificante tarefa. "Conversamos sobre coisas pessoais e outros companheiros. O resto foi a ?encheção? de saco de sempre. Reclama muito. Parece que tem 60 anos", brincou o técnico, que tem boa relação com o meia.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoVasco

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.