Forlán agradece a treinador por fim de jejum de gols

O atacante uruguaio Diego Forlán agradeceu ao seu técnico no Atlético de Madri, Quique Sánchez Flores, pelo fim de sua seca de gols, após marcar três vezes nos últimos dois jogos da equipe.

REUTERS

26 de novembro de 2010 | 15h02

Forlán, escolhido como melhor jogador da Copa do Mundo deste ano disputada na África do Sul, estava sem marcar por quase dois meses. Ele ajudou a levar a seleção do seu país à quarta posição no Mundial.

"Tenho que agradecer ao técnico Quique Sánchez Flores", disse Forlán ao jornal Marca, antes do Atlético, sexto colocado no Campeonato Espanhol, receber o Espanyol, quarto colocado, no sábado.

"Foi ideia dele eu jogar poucos minutos (para descansar) depois da Copa do Mundo, e eu não concordei... mas agora me sinto diferente em campo e muito melhor", contou o jogador.

Tudo o que sabemos sobre:
FUTESPANHOLFORLAN*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.