Juan Ignacio Mazzoni| EFE
Juan Ignacio Mazzoni| EFE

Peñarol inaugura novo estádio batendo o River com gol de Diego Forlán

Estreia no Campeón del Siglo termina com goleada por 4 a 1

Estadão Conteúdo

29 de março de 2016 | 10h23

O torcedor do Peñarol terá bons motivos para recordar por muito tempo da noite da última segunda-feira. Afinal, o clube inaugurou o seu novo estádio, o Campeón del Siglo, nos arredores de Montevidéu, e venceu fácil o argentino River Plate por 4 a 1. E coube a Diego Forlán a honra de marcar o primeiro gol do estádio.

O gol do melhor jogador da Copa do Mundo de 2010 saiu aos 19 minutos da etapa inicial e foi anotado após Forlán aproveitar rebote dado por Barovero depois de finalização do colombiano Miguel Murillo. Depois, aos 40 minutos, foi a vez do colombiano marcar, em finalização de fora de área, após ser acionado por Forlán.

Antes do fim da primeira etapa, aos 43 minutos, o River Plate diminuiu com um gol de cabeça anotado por Nacho Fernández, completando cruzamento de Andrés D'Alessandro. As equipes sofreram várias alterações no intervalo e durante o segundo tempo, mas o Peñarol ainda marcou duas vezes.

O primeiro desses gols saiu aos quatro minutos da etapa final e foi marcado por Luis Aguiar, em finalização da fora da área. Já aos 27, Cristian Palacios recebeu passe da intermediária e, cara a cara com Barovero, finalizou para as redes, definindo a goleada por 4 a 1 do Peñarol na inauguração do Campeón del Siglo, que possui capacidade para 40 mil espectadores.

Tradicionalmente, o Peñarol realizava suas partidas como mandante em Montevidéu no histórico Centenário, de propriedade municipal, que foi palco da final da Copa do Mundo de 1930 e é considerado o principal estádio uruguaio, com capacidade para 65 mil pessoas.

A inauguração do Campeón del Siglo, aliás, reforça as intenções do Uruguai de sediar a Copa do Mundo de 2030 junto com a Argentina. O novo estádio do Peñarol e o Centenário, além do futuro Parque Central, estádio que o Nacional decidiu reformar para modernizá-lo, fazem parte do projeto de levar o maior torneio do futebol novamente ao Uruguai.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.