Formação de jogadores na Alemanha vira referência da CBF

Formação de jogadores na Alemanha vira referência da CBF

Dunga, acompanhando de seu auxiliar e de Gilmar Rinaldi, foi ver de perto como é o trabalho do Borussia Dortmund na base

Raphael Ramos, O Estado de S.Paulo

25 de novembro de 2014 | 07h00

A Alemanha virou referência para o futebol brasileiro depois da vitória por 7 a 1 sobre a seleção na Copa do Mundo. E o coordenador de seleções da CBF, Gilmar Rinaldi, o técnico Dunga e o assistente Andrey Lopes voltaram nesta segunda-feira ao Brasil depois de mais de três semanas na Europa. Após os amistosos contra Turquia e Áustria (vitórias por 4 a 0 e 2 a 1, respectivamente), o trio permaneceu no continente e foi à Alemanha para buscar informações sobre a formação de jogadores.

“Conhecemos toda a estrutura do Borussia Dortmund, principalmente a base, que é muito forte. Eles são um dos times que mais vendem e revelam jogadores, e a gente queria entender um pouco como fazem isso. Depois jantamos com o Jurgen Klopp (técnico do Borussia Dortmund) e ele nos passou uma série de coisas”, disse Rinaldi ao Estado.

Klopp está no Borussia Dortmund desde 2008, e reergueu o clube após grave crise financeira. Nos últimos seis anos ele conquistou seis títulos: Campeonato Alemão (2010-11 e 2011-12), Copa da Alemanha (2011-12) e Supercopa da Alemanha (2008, 2013 e 2014).

Os integrantes da comissão técnica da seleção ficaram dois dias na Alemanha e também se encontraram com Hannes Wolf, técnico da categoria sub-17 do Borussia Dortmund, Lars Ricken, gerente das categorias de base, e Kai Kuhlmann, responsável pela programação de treinos do clube.

Rinaldi, Dunga e Andrey Lopes aproveitaram a visita às instalações do Borussia Dortmund para conhecer e testar o Footbonaut, uma máquina que simula situações para treinamentos. “Todo mundo falava desse equipamento e fomos lá para conhecer. Ele faz correção de passes, domínio de bola, capacidade de reação e outros fundamentos. É uma máquina bem complexa e só existem três no mundo, no Borussia Dortmund, no Hoffenheim e outra no Catar”, disse Rinaldi. Mas não está nos planos da CBF adquirir o equipamento.

Inglaterra. Depois da passagem pela Alemanha, o trio foi para Londres, onde visitou as instalações do centro de treinamento do Chelsea e almoçou com o técnico português José Mourinho. “Quatro jogadores nossos jogam lá (Filipe Luís, Willian, Oscar e Ramires) e fomos fazer um intercâmbio”, explicou Rinaldi.

Na Inglaterra, eles viram de perto três partidas da Premier League: Chelsea 2 x 0 West Bromwich, Arsenal 1 x 2 Manchester United e Crystal Palace 3 x 1 Liverpool.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.