Gabriela Montesano/São Paulo FC
Gabriela Montesano/São Paulo FC

Formiga marca e quebra recorde pelo São Paulo no retorno ao futebol brasileiro

Fazendo seu primeiro jogo em casa, a jogadora se tornou a atleta, entre homens e mulheres, a marcar com o maior intervalo de tempo entre um gol e outro pela equipe paulista. A meio-campo de 43 anos segue invicta pelo time são-paulino

Redação, O Estado de S.Paulo

09 de setembro de 2021 | 12h38

Formiga mal reestreou e já tem o que comemorar com a camisa do São Paulo. Após começar como titular na vitória por 2 a 1 sobre o Taubaté no dia 2 de setembro, pelo Paulistão, a jogadora de 43 anos balançou as redes no seu primeiro jogo em casa pelo Tricolor, na goleada por 6 a 0 diante do Pinda. O tento fez a meio-campo se tornar a atleta, entre homens e mulheres, a marcar com maior intervalo de tempo entre um gol e outro no time paulista: 21 anos e 76 dias. 

A última vez que Formiga havia feito um gol pelo São Paulo foi em 1999, quando o time do Morumbi venceu a Portuguesa por 3 a 2. A ex-jogadora da seleção brasileira celebrou a marca e comemorou a segunda partida como titular em seu retorno à equipe tricolor. 

"Estou muito feliz por poder estar aqui em casa, fazer esse gol e ajudar a equipe a conseguir a vitória. Não teria outro sentimento além de muita felicidade e orgulho dessa equipe. Tivemos muita paciência para trabalhar a bola e eu consegui abrir o placar. Foi um trabalho coletivo", disse Formiga. 

O recorde anteriormente pertencia a Zarzur, falecido em 1958. O jogador estabeleceu o recorde ao marcar em um intervalo de 12 anos e 51 dias. Logo atrás vem Kaká, agora na terceira posição, com um espaço de 11 anos e 19 dias entre um gol e outro. 

Formiga já tinha quebrado outro recorde na sua reestreia com a camisa são-paulina. Contra o Taubaté, ela se tornou a jogadora com maior intervalo entre um jogo e outro pelo clube. A atleta também segue invicta pelo São Paulo, com 21 vitórias e apenas um empate em 22 partidas disputadas. 

O São Paulo volta a campo pelo Campeonato Paulista de futebol feminino apenas no dia 23 de setembro, quando enfrenta o Nacional, às 11h, no Nicolau Alayon.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.