Fortaleza confiante em vitória no Pacaembu

O Fortaleza tenta nesta quarta-feira (14), às 20h30, contra o Corinthians, no estádio do Pacaembu, abrir vantagem para decidir com tranqüilidade uma vaga nas quartas-de-final da Copa do Brasil, na partida de volta, dia 5 de maio, no Castelão.O volante avançado Zada, que estava sentindo dores nos tornozelos se recuperou e joga. "Temos todas condições de ganhar do Corinthians em São Paulo para administrar nossa classificação no jogo do Castelão", disse Zada.Os jogadores do Fortaleza vão tentar tirar proveito da crise pela qual atravessa o time paulista, que está sem jogar uma partida oficial desde 17 de março, quando despachou o Ferroviário (CE) por 2 a 0, pela 2ª fase da Copa do Brasil. "Essa crise do Corinthians é uma faca de gumes. O treinador Oswaldo de Oliveira deu uma nova cara ao time, que deve atuar contra a gente totalmente diferente do que vinha jogando e perdendo, até porque tem jogadores de valor", reconhece Zada, ex-Fluminense (RJ).O zagueiro Emerson também se recuperou de uma entorse no tornozelo esquerdo e está confirmado pelo treinador Givanildo Oliveira como o terceiro zagueiro do time ao lado de Ronaldo Angelim e Erandir. O Fortaleza vai jogar com dois alas avançados: Sérgio, pela direita; e Juninho Goiano, pela esquerda. Os volantes Chicão, Zada e Mazinho Lima terão a missão de dar o primeiro combate ao ataque do Corinthians. "Não haverá marcação especial em ninguém. Vamos marcar por zona", revela Zada.O zagueiro Ronaldo Angelim reclama da maratona de jogos que o Fortaleza vem enfrentando desde 8 de março, quando jogou 14 partidas em 34 dias, média de um jogo a cada dois dias. "Estamos cansados, mas vamos para luta", afirmou.Para a reserva, Givanildo Oliveira tem Albérico (goleiro), Chiquinho Cearense (lateral), Fernandão (zagueiro), Dude e Dino (volantes), Chiquinho Pernambucano e Daniel Bamberg (meias) e Aguinaldo (atacante).O Fortaleza nas duas primeiras fases da Copa do Brasil eliminou o Atlético de Cajazeiras (PB) e o Rio Branco (AC). O time cearense está invicto na competição. Foram duas vitórias (1 a 0 no Atlético, em Cajazeiras e 5 a 1 no Rio Branco, em Fortaleza) e dois empates (2 a 2 com o Atlético, em Fortaleza e 1 a 1 com o Rio Branco, no Acre).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.