Fortaleza pode ser punido após eliminação e recorde de público na Série C

Com um público total de 63.903 torcedores, a Arena Castelão atingiu o recorde na Série C do Brasileiro, no sábado à tarde, no jogo de volta das quartas de final. Esta foi a maior marca do final de semana e a quinta do ano no Brasil. Só que, outra vez, o Fortaleza decepcionou sua torcida. Apenas empatou por 0 a - com o Brasil de Pelotas (RS) e desperdiçou a chance de garantir o acesso para a Série B - havia perdido por 1 a 0 no Sul.

Estadão Conteúdo

19 de outubro de 2015 | 20h49

O que era para ser uma festa se transformou em revolta, já que alguns torcedores não reagiram bem a eliminação do time e promoveram quebra-quebra. O fato constou na súmula do árbitro e pode render uma punição severa do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).

No documento, divulgado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), é constatado que cadeiras foram arremessadas ao gramado. Além disso, antes e durante a partida, torcedores fizeram uso de sinalizadores nas arquibancadas. Com isso, o Fortaleza pode receber uma multa de até R$ 100 mil e perder mandos de campo em competições organizadas pela CBF.

Esta não é a primeira vez que o clube se envolve em problemas judiciais por causa da conduta de sua torcida. Em 2014, teve que pagar R$ 7 mil devido a um incidente em partida contra o Macaé. Foram R$ 2 mil por quebras de cadeiras, mais R$ 2 mil pelo arremesso das cadeiras ao campo, outros R$ 2 mil por lançamento de bombas e R$ 1 mil pelo uso de laser no gramado. Foi quando também mais de 60 mil pessoas acompanharam as quartas de final da Série C e o time também foi eliminado.

Em 2012, situação parecida ocorreu em partida contra o Oeste, quando o Fortaleza perdeu dois mandos de campo e pagou uma multa de R$ 5 mil reais. Ainda neste ano, o Fortaleza recebeu uma punição por causa de conflito entre torcedores na final do Campeonato Cearense. O fato rendeu a perda de 19 mandos de campo em competições promovidas pela Federação Cearense de Futebol (FCF).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFortalezaSérie C

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.