Bruno Oliveira/FEC
Bruno Oliveira/FEC

Fortaleza reintegra Lucas Crispim ao elenco após pedido de desculpas por festa de aniversário

Equipe tricolor vive crise por má campanha no Brasileirão e espera vitória em clássico pela Copa do Brasil para aliviar tensões

Redação, O Estado de S.Paulo

21 de junho de 2022 | 21h24

O Fortaleza anunciou nesta terça-feira a reintegração do meia Lucas Crispim ao elenco tricolor. O atleta havia sido afastado do grupo após dar uma festa para comemorar seu aniversário no dia seguinte à derrota para o Avaí, por 3 a 2, pelo Campeonato Brasileiro. O elenco do Fortaleza já havia sido alvo de protestos no aeroporto e o atacante Robson foi agredido com um capacete de motocicleta.

Lucas Crispim é um dos principais nomes do elenco do Fortaleza e ganhou destaque na última temporada, em que o Fortaleza terminou na quarta colocação do Brasileirão e se garantiu na fase de grupos da Copa Libertadores. Em 2022, o time nordestino não tem encontrado o bom futebol, e Crispim perdeu espaço. Apesar de seguir na competição continental e estar nas oitavas de final da Copa do Brasil, o Fortaleza ocupa atualmente a vice-lanterna do Campeonato Brasileiro.

O afastamento de Lucas Crispim provocou reações no mundo do futebol. Neymar usou as redes sociais para expressar sua contrariedade à decisão do Fortaleza. "Perdeu... Não pode comemorar o aniversário da avó, do filho, da esposa e principalmente o seu. Ser atleta não é fácil. 'ser feliz só pode depois que a carreira encerrar'. Que loucura", escreveu o craque brasileiro.

Em pronunciamento nesta terça-feira, o presidente Marcelo Paz esclareceu a decisão da reintegração de Crispim. O mandatário tricolor pontuou que a decisão deve ser observada diante de um contexto, que não dizia respeito somente à festa de sexta-feira. Ele também repudiou as tentativas de agressão sofridas por atletas.

"Tem a hora de festejar e a hora de ficar na sua. Não sou babá de jogador, quero performance em campo. Faltou a ele (Crispim) naquele momento perceber essa situação e se resguardar. Ontem, ele veio ao clube, reconheceu abertamente que tinha se excedido e que não deveria ter realizado a festa. O jogador pediu desculpas à diretoria e ao elenco, que o abraçou e conversou com diretoria e comissão técnica. O Crispim, aqui dentro do Pici, sempre cumpriu com o que deveria. Agora, externamente acho que dessa vez vale de aprendizado", afirmou Marcelo Paz.

Com Crispim de volta ao elenco, o Fortaleza se prepara para um grande desafio. O time tricolor enfrenta o rival Ceará, nesta quarta-feira, às 20h, pela partida de ida das oitavas de final da Copa do Brasil.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.