Fortaleza respeita tradição do Corinthians

O Fortaleza vai enfrentar o Corinthians amanhã, às 21h45, no Castelão, pela Copa do Brasil, "com todo respeito". A determinação é do treinador Hélio dos Anjos. "Temos que respeitar a tradição do Corinthians. Vamos encará-lo como um time grande e forte. Não podemos, porém, deixá-lo repetir a recuperação que ele teve aqui no Castelão contra o Ferroviário, quando fez 2 a 0, evitando o segundo jogo da segunda fase da Copa do Brasil. O Corinthians é grande e provavelmente vem com algumas mudanças para nos surpreender em nossa casa", destacou o treinador. O Fortaleza não terá para o jogo o zagueiro Emerson (suspenso pelo terceiro cartão amarelo) e o volante Chicão (deslocou a clavícula direita). Entram Fernandão e Dude. O restante do time é o mesmo que empatou com o Corinthians em 0 a 0, no jogo de ida, realizado em São Paulo, dia 14 de abril. Para levar mais de 40 mil torcedores ao Castelão, amanhã, o presidente do Conselho Deliberativo do Fortaleza, Sílvio Carlos Vieira Lima, anunciou que pretende vestir a cidade de azul, vermelho e branco (as cores do time). A idéia é motivar ainda mais os torcedores tricolores a comparecerem em massa ao estádio. Os tricolores que moram em apartamentos estão sendo convidados a estender sua bandeira na varanda ou na janela; quem costuma caminhar na Avenida Beira-Mar, deve ir com o uniforme do Leão. Nos 20 principais cruzamentos da capital cearense, torcedores estarão uniformizados, com bandeiras em punho, convidando outros tricolores a fazer uma grande festa no Castelão. O Fortaleza é obrigado a vencer por qualquer escore para garantir vaga nas quartas-de-final. Novo empate em 0 a 0 leva a decisão da vaga para os pênaltis. Vitória do Corinthians ou empate com gols, a vaga é do time paulista. E é pensando nisso que o zagueiro Fernandão diz que o Fortaleza terá atenção redobrada na defesa "para não tomar gols e o ataque marcar".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.