Facebook/Reprodução
Facebook/Reprodução

Fortaleza supera o Botafogo-PB e conquista o título da Copa do Nordeste

Rogério Ceni levanta a terceira taça sob o comando da equipe cearense

Redação, Estadão Conteúdo

29 de maio de 2019 | 22h22

O Fortaleza assegurou o inédito título da Copa do Nordeste, nesta quarta-feira, ao derrotar o Botafogo-PB por 1 a 0, em João Pessoa, no Almeidão. O único gol do duelo foi marcado por Wellington Paulista, logo aos três minutos do primeiro tempo. O placar foi o mesmo do confronto de ida, realizado no Castelão.

Além disso, o Fortaleza ainda embolsa R$ 1 milhão de premiação e também garante vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil de 2020. O time do técnico Rogério Ceni teve uma campanha com sete vitórias, quatro empates e uma única derrota, esta contra o próprio Botafogo-PB, por 1 a 0, em jogo válido pela terceira rodada da primeira fase.

O JOGO

O Fortaleza quebrou a estrutura do Botafogo com um gol logo aos três minutos, numa jogada em que a defesa do time paraibano falhou feio. Fábio Alves protegeu a bola e Lula chutou em cima de Tinga. Ela correu para os pés de Wellington Paulista, que pegou de primeira para abrir o marcador no Almeidão.

O time paraibano caiu de produção e viu o Fortaleza recuar, com a clara intenção de administrar a vantagem. O Botafogo só foi voltar para o jogo ao 29 minutos, quando Lula recebeu dentro da área e mandou, de cabeça, pela linha de fundo. Depois foi a vez de Marcos Aurélio arriscar da intermediária. Marcelo Boeck fez a defesa.

Priorizando a marcação, o Fortaleza resolveu se arriscar apenas no fim. Aos 43 minutos, Marlon recebeu na direita e tentou o cruzamento para Júnior Santos. O atacante estava pronto para finalizar, mas a defesa do Botafogo afastou o perigo.

No segundo tempo, o time paraibano foi para o tudo ou nada. Na sua primeira chegada, Lula cabeceou à queima-roupa de Marcelo Boeck, que fez um milagre. A bola sobrou para Marcos Vinícius. O volante se enrolou todo e finalizou fraco, facilitando a defesa do goleiro.

A partir daí foi um ataque contra defesa. O Botafogo fez uma blitz no campo defensivo do Fortaleza, mas encontrou Marcelo Boeck em uma noite iluminada. Após cobrança de lateral de Israel, Enercino deu bicicleta e deu de bandeja para Dico. Livre, dentro da área, o atacante fuzilou. Boeck segurou mais uma.

Recuado, o Fortaleza tenta escapar em momentos esporádicos em jogadas de contra-ataque. Em uma delas, Marcinho recebeu na pequena área e, com o gol livre, chutou por cima. O árbitro, no entanto, aliviou para o atacante e marcou impedimento.

No fim, o Botafogo sentiu o desgaste e não encontrou forças para buscar o resultado positivo. Melhor para o Fortaleza que acabou conquistando o título inédito da Copa do Nordeste, o terceiro da Era Rogério Ceni no clube - o treinador levantou o Brasileiro da Série B em 2018 e o Campeonato Cearense nesta temporada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

  • Raí valoriza montagem do elenco do São Paulo para o Brasileirão
  • Em crise, Figueirense se movimenta para evitar novo W.O.
  • Corinthians, Palmeiras e São Paulo tem as melhores defesas do Campeonato Brasileiro
  • Podcast: personalidades do esporte analisam a situação do futebol no Brasil
  • Bruno Henrique vibra com gols no Maracanã: 'Semana mais feliz da minha vida'

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.