Fortaleza vence Ponte Preta por 1 a 0

A Ponte Preta não começou bem na quartas-de-final da Copa do Brasil. Nesta quarta-feira, o time de Campinas perdeu para o Fortaleza, por 1 a 0, no estádio Presidente Vargas, na capital cearense. Para continuar lutando pelo título, a Ponte terá que vencer por dois gols no jogo de volta, na próxima semana em Campinas. Contando com o apoio maciço de sua torcida, que lotou o estádio, o Fortaleza tomou as iniciativas ofensivas. A Ponte marcava a saída de bola apenas no meio-campo, dando espaço para o adversário, que chegou três vezes com muito perigo. Numa delas, o atacante Júnior Amorim cabeceou para fora de frente com o goleiro Alexandre, que também contou com a sorte numa falta cobrada por Daniel Frasson no travessão. Quando a sorte não ajudou, Alexandre apareceu com destaque defendendo um chute do atacante Claudinho. A Ponte só teve uma chance nos pés do artilheiro Washington, que mesmo sem marcação, chutou fraco facilitando a defesa do goleiro Maizena, que ainda não sofreu gols nos seis jogos disputados nesta competição. No segundo tempo, a Ponte tentou sair um pouco da defesa e ganhou força com a entrada de Régis no lugar de Macedo. O técnico Nelsinho Baptista também aproveitou uma contusão do zagueiro Ronaldão para colocar o meia Adrianinho para abrir mais espaços no ataque. O jogo ficou mais equilibrado, mas quando parecia que o empate seria o placar final saiu o gol do time cearense. Após uma cobrança de falta, a bola bateu na barreira e sobrou livre para o meia Clodoaldo, que chutou com a perna esquerda. Os zagueiros da Ponte reclamaram impedimento no lance. A Ponte reclamou também da anulação de um gol do zagueiro Rodrigo, de cabeça, depois de um choque com o goleiro Maizena. O juiz apitou falta já nos acréscimos. O placar não virou mais, fazendo a alegria da torcida tricolor.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.