Vinnicius Silva/ Cruzeiro
Vinnicius Silva/ Cruzeiro

Fortaleza visita o Vasco em novo duelo direto contra o rebaixamento

Rogério Ceni não poderá contar com zagueiro Quintero, enquanto Romarinho é dúvida no ataque

Redação, Estadao Conteudo

13 de outubro de 2019 | 14h37

O Fortaleza tem outro confronto direto para se distanciar de vez da zona de rebaixamento. Após vencer a lanterna Chapecoense por 2 a 0, na Arena Castelão, o time dirigido por Rogério Ceni visita o Vasco em São Januário, às 16h deste domingo, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Rogério Ceni elogiou o Vasco e comentou sobre o estilo de jogo do Fortaleza, classificando uma vitória no Rio de Janeiro como "sem preço". "Vanderlei Luxemburgo é um grande técnico e o Vasco tem um grande time com Talles Magno e Rossi com velocidade nas pontas e jogadores que trabalham bem a bola pelo meio. Precisamos defender nosso estilo de jogo e, mais importante do que a quantidade de gols que fazemos, é a quantidade de chances que criamos. Toda vitória é importante, mas fora de casa e contra um concorrente direto, para nós não tem preço", ressaltou o técnico.

Com a última vitória, o Fortaleza chegou a 28 pontos, se igualando em pontos ao time carioca, mas leva vantagem no saldo de gols: -6 a -9. Mas a última vitória fora de casa ocorreu faz tempo, em 12 de agosto, quando superou o CSA por 2 a 0 no Rei Pelé. O rival carioca, entretanto, também não está em boa fase no seu estádio, onde não vence desde 25 de agosto, quando bateu o São Paulo por 2 a 0.

Rogério Ceni terá o desfalque do zagueiro Quintero, que levou o terceiro cartão amarelo e precisará colocar uma dupla inédita no setor. Paulão permanecerá como titular ao lado de Adalberto, que deve realizar sua estreia. Por conta disso, Ceni pode optar por dar mais consistência defensiva na lateral-direita, escalando Gabriel Dias no lugar de Tinga.

No ataque, Romarinho preocupa porque saiu do último jogo com dores na coxa esquerda e, mesmo que apresente condições, deverá ser poupado. André Luís é o favorito para assumir a vaga e atuar ao lado de Osvaldo e Wellington Paulista.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.