Ricardo Duarte/Internacional
Ricardo Duarte/Internacional

Forte em casa, Inter enfrenta o Santos em busca da 1ª vitória como visitante

Time de Odair Hellmann perdeu os dois jogos que disputou fora de casa até aqui no Brasileirão

Redação, Estadão Conteúdo

26 de maio de 2019 | 13h00

Ainda sem vencer como visitante no Campeonato Brasileiro, o Internacional tenta fazer com que o desempenho mostrado no Beira-Rio seja igual longe de casa. Neste domingo, às 16 horas, o time gaúcho encara o Santos, na Vila Belmiro, em duelo da sexta rodada.

O retrospecto jogando como visitante do Inter é ruim. Perdeu para Chapecoense e Palmeiras nos dois jogos que atuou longe de Porto Alegre e esteve muito distante de ser o time forte que é no Beira-Rio, onde venceu os outros três confrontos contra Flamengo, Cruzeiro e CSA. E, por isso, está perto dos primeiros colocados, com nove pontos.

"A gente comentou antes de o Brasileirão começar a importância dos jogos fora de casa. Esse é o momento, até pela equipe que é o Santos, toda a badalação em cima do treinador deles", disse o volante Rodrigo Lindoso.

A grande aposta para o time gaúcho ganhar força fora de casa é a faceta matadora do centroavante Paolo Guerrero. O peruano balançou as redes duas vezes na última vitória por 3 a 1 sobre o Paysandu, pela Copa do Brasil, chegou a sete gols em dez jogos e tornou-se o artilheiro do Inter nesta temporada. Curiosamente, a performance de Guerrero acompanha a do time colorado, visto que todos seus gols foram marcados no Beira-Rio.

Para este domingo, o lateral Zeca será desfalque em razão do terceiro cartão amarelo recebido no triunfo sobre o CSA, na rodada anterior, e deve ter seu posto ocupado por Bruno. O zagueiro Rodrigo Moledo, machucado, segue em recuperação. Com isso, Emerson Santos continua no time titular.

Rodrigo Dourado e Patrick também permanecem no departamento médico e desfalcam a equipe colorada. Aliás, seus substitutos, Rodrigo Lindoso e Nonato, têm feitos boas apresentações e agradado Odair Hellmann. No meio, é possível que o veterano D'Alessandro ganhe um descanso, abrindo um lugar para Martín Sarrafiore ou Rafael Sóbis.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.