Rafael Ribeiro/Vasco
Rafael Ribeiro/Vasco

Forte em São Januário, Vasco tenta encerrar sequência sem vitórias no Brasileiro

Comandados de Ramon Menezes encaram o Athletico-PR em casa para triunfar após dois empates e uma derrota

Redação, Estadão Conteúdo

06 de setembro de 2020 | 12h18

Encarando seu pior momento no Campeonato Brasileiro, o Vasco terá, mais uma vez, muitos desfalques em busca da reação no campeonato. O time cruzmaltino, que vem de três jogos sem vencer, volta a São Januário neste domingo, às 18 horas, para enfrentar o Athletico-PR, pela oitava rodada.

Antes líder, o Vasco vem oscilando e não vence desde a quarta rodada. Nesse período, empatou com Grêmio (0 a 0) e Santos (2 a 2) e perdeu para o Fluminense por 2 a 1. Agora, aposta na força jogando em São Januário, onde ainda não foi derrotado no campeonato. A equipe soma 11 pontos e quer permanecer no grupo dos quatro melhores colocados.

O técnico Ramon Menezes terá novamente de quebrar a cabeça para montar a equipe. São seis jogadores infectados por covid-19, um desfalque por suspensão, outro por lesão e uma dúvida na zaga.

Parede, Lucão, Ricardo, Werley, Vinícius e Breno são os jogadores que testaram positivo para o coronavírus e estão isolados. No total, desde o início do Brasileirão, oito vascaínos foram infectados pela doença - Bruno César e Bruno Gomes também contraíram o vírus, mas já estão recuperados.

Henrique é o atleta suspenso. Ele recebeu o terceiro amarelo contra o Santos e deve dar lugar a Neto Borges, que terá sua primeira chance na lateral esquerda, sua posição de origem. Juninho está fora por lesão.

A incógnita é a presença do capital Leandro Castán. O zagueiro foi preservado do último confronto depois de ter sentido dores. Ele treinou durante a semana, mas não é certo que estará em condições de jogo. Se não puder atuar de novo, Marcelo Alves segue na equipe.

A boa notícia para Ramon é o retorno de Talles Magno, que volta após cumprir suspensão, e forma o ataque com o argentino Germán Cano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.