Pedro Chaves/Fortaleza
Pedro Chaves/Fortaleza

Forte na jogada aérea, Fortaleza bate Goiás e dorme na ponta da Série B

Time comandado por Rogério Ceni chega aos 13 pontos com vitória por 3 a 0, na Arena Castelão

Estadão Conteúdo

12 Maio 2018 | 21h30

O Fortaleza se aproveitou da jogada aérea para assumir a liderança isolada do Campeonato Brasileiro da Série B, na noite deste sábado, ao vencer o Goiás por 3 a 0, na Arena Castelão, pela quinta rodada. De cabeça, Ligger e Gustavo marcaram os dois primeiros gols, enquanto Dodô completou o placar diante de mais de 32 mil torcedores.

+ Ainda invicto, São Bento bate o Oeste em duelo paulista pela Série B

+ Avaí vence Figueirense e encosta no arquirrival na tabela da Série B

Ainda invicto e com 100% de aproveitamento como mandante, o Fortaleza chegou aos 13 pontos e agora torce por um tropeço do Vila Nova-GO, com 12, diante da Ponte Preta, neste domingo, para se manter na ponta.

Nem mesmo a estreia do técnico Ney Franco, contratado para substituir Hélio dos Anjos, ajudou o Goiás a conquistar sua primeira vitória. Com um ponto, o time esmeraldino é o 18.º colocado, na frente apenas de Criciúma e Boa, que estão zerados.

Ney Franco, por sinal, teve um reencontro amistoso com o técnico Rogério Ceni, que chegou a se desentender de forma dura com o ex-jogador quando comandava o São Paulo em um duelo válido pelas Copa Sul-Americana de 2012. Na esteira deste episódio, eles depois se tornariam desafetos, mas o agora jovem treinador deixou as diferenças do passado de lado e tomou a iniciativa de ir abraçar o seu ex-comandante antes de a bola rolar neste sábado no Castelão.

"Não tem desavença. Isso é uma coisa que acontece dentro do jogo. São opiniões que se divergem, mas são coisas do futebol, que acontecem dentro do campo e ficam dentro do campo. Nunca tem nada pessoal. O Ney é um ótimo cara, uma ótima pessoa", disse Ceni.

Após fazer as pazes com o colega de profissão, o ex-goleiro viu um primeiro tempo do jogo na capital cearense ser dominado pelo seu time, tanto que Marcelo Boeck não praticou nenhuma defesa ao longo dos 45 minutos. Por outro lado, Marcelo Rangel evitou algumas vezes que o placar fosse aberto. Gustavo chutou e o goleiro esmeraldino defendeu em dois tempos. Na sequência, Dodô soltou a bomba e Rangel espalmou.

Em uma das melhores oportunidades do primeiro tempo, Edinho desceu em velocidade, invadiu a área e cruzou rasteiro para Gustavo. Quase em cima da linha, Alex Silva tirou para escanteio e garantiu o 0 a 0 no placar.

Se estava complicado passar pela marcação esmeraldina no toque de bola, o jeito encontrado pelo Fortaleza foi pelo alto. E deu certo. Logo no primeiro minuto do segundo tempo, Edinho cobrou falta e Ligger abriu o placar de cabeça. Aos 18, Gustavo aproveitou escanteio cobrado por Dodô e ampliou. Com 19 gols, o atacante é o maior artilheiro do futebol brasileiro em 2018.

Tranquilo no placar, o time cearense passou a administrar a posse da bola, enquanto o Goiás não mostrava mais forças para sequer buscar o gol de honra. Aos 44 minutos, Igor Henrique cruzou rasteiro e Dodô bateu de chapa para fechar o caixão. Ao final do jogo, a torcida aplaudiu Osvaldo, que está voltando para o futebol da Tailândia.

O Fortaleza volta a campo na próxima sexta-feira, contra o Figueirense, às 21h30, no estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC). No mesmo dia, o Goiás recebe o Guarani, às 19h15, no Serra Dourada, em Goiânia (GO). Os jogos são válidos pela sexta rodada.

FICHA TÉCNICA

FORTALEZA 3 X 0 GOIÁS

FORTALEZA - Marcelo Boeck; Tinga, Diego Jussani, Ligger e Bruno Melo; Jean Patrick (Felipe), Derley (Igor Henrique), Edinho e Dodô; Osvaldo (Marlon) e Gustavo. Técnico: Rogério Ceni.

GOIÁS - Marcelo Rangel; Alex Silva, David Duarte, Eduardo Brock e Breno; Madison, Gilberto (Pedro Bambu) e Giovanni; Tiago Luis (Rafinha), Lucão (Michael) e Carlos Eduardo. Técnico: Ney Franco.

GOLS - Ligger, a um, Gustavo, aos 18, e Dodô, aos 44 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Felipe Gomes da Silva (PR).

CARTÕES AMARELOS - Eduardo Brock e Giovanni (Goiás).

RENDA - R$ 439.643,00.

PÚBLICO - 31.582 pagantes (32.558 total).

LOCAL - Arena Castelão, em Fortaleza (CE).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.