Igor Emorim/ SPFC
Igor Emorim/ SPFC

Federação Paulista e do Rio determinam portões fechados de jogos na capital por causa do coronavírus

Clubes já foram avisados para parar de vender ingressos e isso inclui o clássico entre São Paulo e Santos marcado para sábado, 19h, no Morumbi

Guilherme Amaro, O Estado de S.Paulo

13 de março de 2020 | 12h28

A Federação Paulista de Futebol (FPF) comunicou nesta sexta-feira aos clubes filiados de São Paulo que os jogos realizados na capital serão disputados com portões fechados, sem a presença de torcedores. A entidade ainda analisa adotar a medida para as partidas no interior do Estado, entendendo que o número de torcedores nesses casos é menor. A decisão foi tomada por causa da pandemia do novo coronavírus e passa a valer a partir da 10ª rodada do Campeonato Paulista, que começa nesta sexta-feira e se estende para o fim de semana e segunda. 

Neste sábado, por exemplo, São Paulo e Santos se enfrentam a partir das 19h no Morumbi. O time mandante já havia vendido mais de 15 mil ingressos para o clássico. O clube informa que os casos de torcedores que tenham comprado ingressos sejam encaminhados para ouvidoria@saopaulofc.net. Há a possibilidade de devolução do dinheiro ou fazer valer a entrada para quando o clássico for remarcado.

O outro jogo realizado na capital está marcado para domingo, quando o Corinthians recebe o Ituano, a partir das 16h, na Arena em Itaquera. O clube já parou de vender entradas. Já o Palmeiras visita a Inter de Limeira neste sábado, às 16h30.

A decisão de fechar os portões das partidas também foi tomada no Rio de Janeiro. A Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro informou que "aguarda diretrizes dos órgãos governamentais para decisão final." A CBF se manifestou nesta tarde e disse que a "a medida tem prazo indeterminado e está sendo tomada por conta do estágio de transmissão comunitária do coronavírus, já identificado pelo Ministério da Saúde nestes centros urbanos, situação que gerou a recomendação expressa de restrição do contato social nestes eventos". 

Diversos eventos esportivos pelo mundo vêm sendo adiados ou cancelados. A Conmebol anunciou na última quinta-feira que a Copa Libertadores da América está suspensa. As duas primeiras rodadas das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2022 também foram adiadas.

Até a manhã desta sexta-feira, a FPF vinha dizendo que estava "seguindo à risca protocolo preconizado pelo Centro de Operações de Emergências em Saúde Pública para o novo Coronavírus, do Ministério da Saúde". Além disso, a nota também dizia que a "FPF enviou aos clubes recomendações de prevenção ao novo coronavírus, solicitando inclusive que casos de suspeita da doença sejam comunicados ao Ministério da Saúde, mas também à FPF, para que outras medidas preventivas fossem tomadas".

VEJA A NOTA DA CBF:

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF), em sintonia com as orientações da Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS) do Ministério da Saúde, determina que, a partir desta sexta-feira (13), todas as partidas de futebol marcadas para as cidades de São Paulo (SP) e do Rio de Janeiro (RJ) sejam realizadas sem a presença de público.

A CBF já comunicou as Federações Estaduais de futebol de São Paulo e do Rio de Janeiro para que tomem as medidas necessárias em relação às competições disputadas nas respectivas cidades.

Essa medida tem prazo indeterminado e está sendo tomada por conta do estágio de transmissão comunitária do coronavírus, já identificado pelo Ministério da Saúde nestes centros urbanos, situação que gerou a recomendação expressa de restrição do contato social nestes eventos.

A CBF monitora de forma permanente o cenário nacional junto ao Ministério da Saúde, cujas orientações continuarão balizando as decisões da entidade

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.