Rodrigo Coca/Agência Corinthians
Rodrigo Coca/Agência Corinthians

FPF fecha acordo para distribuir partidas do Paulistão no exterior até 2025

Jogos estão disponíveis na plataforma BrasileiraoPlay, que leva partidas do Brasileirão para o mercado internacional

Redação, O Estado de S.Paulo

17 de fevereiro de 2022 | 14h50

A Federação Paulista de Futebol negociou com a 1190 Sports, empresa responsável pela gestão e comercialização de direitos esportivos de transmissão, os direitos internacionais de transmissão multiplataforma do Paulistão até a temporada 2025. O acordo foi conduzido pela LiveMode, parceira estratégica da FPF para propriedades comerciais e direitos.

As partidas já estão disponíveis na plataforma de streaming BrasileiraoPlay, que disponibiliza os jogos do Brasileirão para o exterior. A 1190 Sports também vai atuar para ampliar a distribuição da competição em canais de TV aberta e fechada fora do Brasil.

A 1190 Sports é a atual detentora dos direitos de distribuição internacional do Brasileirāo, o que trouxe ao futebol brasileiro maior visibilidade em mercados estratégicos por meio de um plano arrojado de expansão, que já atinge mais de 100 países no mundo, num alcance potencial de audiência estimado em mais de 600 milhões pessoas; além disso, já se pode acompanhar o campeonato em diversos idiomas, como português, inglês, espanhol e chinês.

“Estamos muito felizes em oferecer um produto de qualidade como o Paulistão, que reúne nada menos que 10 equipes que disputam as Séries A e B do Campeonato Brasileiro, clubes reconhecidos internacionalmente pela expressiva quantidade de títulos e pelos jogadores revelados ao longo de sua história. É uma oportunidade importantíssima para os clubes e as marcas atenderem audiências específicas que se interessam pelo conteúdo no Exterior”, avalia Leonardo Caetano, Country Manager da 1190 Sports Brasil.

"A distribuição do Paulistão para o mercado internacional é mais um importante passo que estamos dando para ampliar a visibilidade das marcas dos clubes e da competição, geradora das maiores audiências no Brasil nos últimos quatro anos", disse o presidente da FPF, Reinaldo Carneiro Bastos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.