FPF quer tirar futebol da TV aberta

A Federação Paulista de Futebol (FPF) aponta as televisões como principais responsáveis pelo esvaziamento dos estádios e estuda a possibilidade de tirar dos canais abertos o Campeonato Paulista de 2004. O fraco público na primeira partida das semifinais entre Palmeiras e Corinthians (13 mil espectadores) foi mais uma prova para a entidade de que alguma coisa tem de ser feita para atrair o torcedor. O vice-presidente da FPF, Marco Polo Del Nero, discorda da idéia defendida por dirigentes como Antonio Roque Citadini, do Corinthians, de que a TV se tornou indispensável para as receitas de clubes e federações. ?Vamos fazer um estudo detalhado dessa questão e vamos ver o que compensa mais: estimular o torcedor a ir ao jogo, o que é sim bastante rentável, ou confiar apenas na verba vinda das emissoras?, afirmou o vice da FPF, que não descarta a hipótese de ?vender? o Paulista apenas para canais pagos, pelo sistema pay-per-view. Como pano de fundo dessa questão, está a briga judicial envolvendo a transmissão do Estadual de 2003. A disputa entre SBT e Globo, de acordo com Del Nero, não só dificultou a promoção do campeonato como acabou afastando a torcida. ?Torcedor não gosta de nada em litígio. Torcedor quer transparência.? Segundo ele, a FPF e o SBT haviam programado uma série de atividades para promover o Estadual, mas nenhuma delas vingou por causa da entrada da Globo na disputa. ?Junto com um dos patrocinadores do SBT (a Fiat), íamos sortear 36 automóveis para quem fosse assistir à partida no estádio?, contou. ?Com o impasse na Justiça, não fizemos nada.? Del Nero diz que a FPF já iniciou o estudo que pode afastar os canais abertos do Campeonato Paulista. ?Vamos fazer pesquisas ouvindo os torcedores e se descobrirmos que eles preferem ir aos estádios, vamos priorizar esse desejo. A Federação pode sobreviver sem as TVs abertas.? Citadini, vice-presidente de Futebol do Corinthians, tem opinião bastante diferente e acha que a ligação do futebol com as TVs é irreversível. ?Não dá mais para viver esperando bilheteria. Isso é coisa do futebol do passado.? Em um ponto, os dirigentes concordam, na hora de tentar explicar o fraco público do último Palmeiras e Corinthians. Além do fato de quatro emissoras (Globo, SBT, Sportv e ESPN) terem passado o jogo, Del Nero acrescenta que a torcida da Gaviões da Fiel foi a campeã do carnaval paulista, comemorou o dia inteiro e, cansada, acabou não indo ao Morumbi. Citadini completa dizendo que a chuva da tarde atrapalhou e que cidade estava vazia após o feriado de carnaval.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.