FPF terá milícia contra Organizadas

Cansada de cenas de vandalismo, a Federação Paulista de Futebol vai ajudar a Polícia Militar no controle das torcidas organizadas. O presidente Eduardo José Farah está acertando a contratação de uma equipe de segurança para monitorar a violência nas ruas e estádios. O trabalho da milícia particular poderá começar antes das finais do Estadual. E funcionará durante todo o Paulista de 2002."Só a Polícia Militar não dá, a corporação já tem problemas demais para resolver. A tranqüilidade é o detalhe que falta em alguns jogos", diz Farah.Leia a íntegra no JT

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.