Fracasso na Copa Africana faz técnico deixar a Tunísia

A Federação de Futebol da Tunísia confirmou nesta sexta-feira que aceitou o pedido de demissão do técnico Sami Trabelsi. Ele resolveu deixar o cargo depois de sequer conseguir passar pela fase de grupos da Copa Africana de Nações de 2013, cuja decisão acontecerá neste domingo, na África do Sul, onde Nigéria e Burkina Faso lutarão pelo título.

AE-AP, Agência Estado

08 de fevereiro de 2013 | 11h52

A entidade que controla o futebol tunisiano disse que rescindiu o contrato de Trabelsi "amigavelmente" e também anunciou uma pequena lista de três candidatos a assumir o comando da seleção do país. O agora ex-treinador da Tunísia estava no cargo há dois anos e em 2012 levou a nação às quartas de final da edição anterior da Copa Africana.

Os candidatos a assumir o cargo são Khaled Ben Yahia, o ex-defensor da seleção tunisiana Nabil Maaloul e Maher Kanzari. Os três já treinaram anteriormente o Esperance, clube da Tunísia.

Os tunisianos terminaram a primeira fase desta edição da Copa Africana de Nações na terceira posição do Grupo D, atrás da líder Costa do Marfim e da segunda colocada, Togo, que avançaram às quartas de final da competição.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.