França concluirá investigação sobre racismo na terça

A ministra dos Esportes da França apresentará na terça-feira os resultados de uma investigação sobre uma suposta conversa entre o técnico da seleção francesa e dirigentes sobre o estabelecimento de cotas nas categorias de base para reduzir a quantidade de jogadores negros e árabes.

AE-AP, Agência Estado

09 de maio de 2011 | 16h17

A ministra Chantal Jouanno convocou uma entrevista coletiva e adiantou que tais cotas para jogadores com dupla nacionalidade são "totalmente ilegais" caso sejam postas em vigor, como teria sido supostamente declarado pelos envolvidos, entre eles o técnico Laurent Blanc.

Campeão como jogador da Copa do Mundo de 1998, o treinador teria viajado nesta segunda-feira de Bordeaux a Paris para participar de uma audiência sobre o tema. As investigações foram iniciadas após o site noticioso Mediapart publicar trechos do que diz ser uma discussão entre Blanc e outros técnicos sobre jogadores franceses que poderiam defender outros países por terem dupla nacionalidade.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFrançaracismo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.