França: empresário mantém acusações

"O Wagner Ribeiro quis me subornar no caso da venda do França. Não conseguiu e passou a fazer de tudo para me prejudicar, até conseguiu me derrubar da presidência do XV de Jaú", afirma o empresário Édson Antônio Oseliero, que dirigiu o clube do interior paulista entre 1998 e 2000. As acusações não páram por aí. "Ele é sócio do José Dias (diretor de Futebol do São Paulo). Muitas vezes eu fui ao escritório dele e o Dias estava lá. O Wagner vive descontando promissórias da firma do Dias", diz, referindo-se à estreita ligação entre o empresário de jogadores e o diretor de Futebol do São Paulo.Leia mais no Jornal da Tarde

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.