França faz exame antidoping surpresa

Os jogadores da seleção francesa passaram, nesta quinta-feira, por exames antidoping de surpresa na concentração em Clairefontaine, nos arredores de Paris. Esse recurso foi utilizado vários vezes, principalmente na fase de preparação para a Copa de 98, e na época deixou os atletas em constante alerta. A ordem para o controle partiu, mais uma vez, do Ministério da Juventude e Esportes, responsável pelas delegações esportivas formadas para representar o país em qualquer competição internacional."Foram exames de rotina", afirmou Philippe Tournon, porta-voz da seleção, após a saída da equipe de médicos e enfermeiros enviada para colher material. Seis jogadores foram sorteados, mas tiveram seus nomes mantidos em sigilo. O controle não tem nada a ver com os exames a que são submetidos regularmente, sempre que há convocação para partidas da seleção campeã do mundo.A França prepara-se para dois amistosos nos próximos dias. No sábado, recebe a visita do Japão, em jogo programado para o Stade de France, local de abertura e encerramento do mundial de três anos atrás. Na quarta-feira, haverá teste mais difícil, contra a Espanha, em Valencia.O técnico Roger Lemerre ficou sem o goleiro titular Barthez, sem o zagueiro Thuram e sem o atacante Anelka, contundidos. O time mais provável deve ser: Ramé; Lizarazu, Desailly, Leboeuf e Candela; Vieira, Petit (ou Makelele), Dugarry e Zidane; Wiltord e Thierry Henry.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.