França mantém técnico e espera Zidane

Com a classificação para a Copa do Mundo de 2006 garantida, os dirigentes da Federação Francesa de Futebol (FFF) vivem situações distintas. O técnico Raymond Domenech foi confirmado no cargo até o final do Mundial, mas os dirigentes ainda esperam uma decisão do meia Zidane, que faz mistério quanto a sua presença na Alemanha.O presidente da FFF, Jean-Pierre Escalettes, assegurou hoje a manutenção de Domenech no comando da seleção, apesar de o técnico ter sido duramente criticado por torcedores e pela imprensa. Com o emprego garantido, Domenech mandou um recado. Disse que quer ver a equipe com o mesmo espírito de 98, quando a França conquistou seu primeiro e único título mundial até aqui. Com isso, deixou claro que pretende levar para a Alemanha jogadores experientes, alguns deles campeões em 98.Zidane preferiu o silêncio ao ser questionado se vai disputar mais um Mundial. Escondido ontem à noite na fria comemoração francesa, o meia do Real deixou os vestiários segundos após o apito final do árbitro, deu uma rápida entrevista coletiva e não confirmou se pensa em ir à Alemanha.Contra o Chipre, Zidane foi o responsável pela abertura do placar e em parte pela goleada. Foi também o autor do passe para o último gol de sua equipe, após tabelar com Ludovic Giuly.Antes de ter decidido retornar à seleção, a França era a quarta colocada de seu grupo nas eliminatórias e pairavam dúvidas sobre a classificação da equipe para a próxima Copa. Com Zidane em campo, os franceses encerraram sua participação na liderança do grupo, garantindo uma vaga no Mundial após 20 anos - em 1998 disputou o torneio na condição de país-sede.

Agencia Estado,

13 de outubro de 2005 | 12h06

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.