França se impõe novos desafios

Depois de se igualar a Raí como oitavo artilheiro da história do São Paulo, com 128 gols, França escolheu um novo desafio. Quer terminar o ano em quarto lugar, ultrapassando os 158 gols de Müller. "Fiz 15 gols no ano e acho que consigo chegar aos 50 na temporada. Esse é o meu sonho."No ano passado, França esteve perto disso. Fez 32 gols no primeiro semestre, quando se transformou em uma aposta certeira da Seleção Brasileira, e apenas 12 no segundo semestre, quando viu sua transferência para o exterior transformar-se em um sonho de verão. "Tive contusões e não pude jogar bem no segundo semestre, mas para mim isso tudo é passado. Agora, quero recuperar os meus tempos de fazer dois, três gols por partida."Leia a íntegra no JT

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.