Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE
Franck Fife/AFP
Franck Fife/AFP

França triunfa com 2 de Giroud e retoma topo; Bulgária faz 2 a 0 e complica Holanda

Franceses chegam a levar susto, mas vencem Luxemburgo por 3 a 1

Estadão Conteúdo

25 de março de 2017 | 20h14

A França sofreu um pouco e até tomou um susto, mas venceu Luxemburgo por 3 a 1, neste sábado à noite, fora de casa, para retomar a liderança isolada do Grupo A das Eliminatórias Europeias da Copa do Mundo de 2018. O resultado fez o time nacional chegar aos 13 pontos e ficar três à frente da Suécia, que horas mais cedo goleou a Bielo-Rússia por 4 a 0 e havia assumido o topo provisório da chave.

Ainda sem contar com Karim Benzema, que segue sem espaço com o técnico Didier Deschamps, a seleção francesa foi impulsionada por gols de outros dois astros do futebol europeu, Olivier Giroud (que marcou dois) e Antoine Griezmann (que fez um), para voltar a vencer no qualificatório europeu.

No duelo deste sábado, o atacante do Arsenal abriu o placar para a França aos 28 minutos do primeiro tempo. Griezmann aproveitou uma saída de bola errada de Luxemburgo e tocou para Sidibé cruzar da direita e encontrar Giroud, que completou para as redes.

Apenas quatro minutos depois, porém, Luxemburgo surpreendeu ao buscar o empate por meio de uma penalidade, cometida por Matuidi de forma estabanada em cima de Daniel da Mota. Joachim cobrou no canto oposto ao escolhido por Lloris na hora do chute e deixou tudo igual.

A França, entretanto, desempatou novamente o placar da mesma forma, de pênalti, já aos 37 minutos. Desta vez, Sidibé é que foi derrubado por Daniel da Mota. Griezmann, do Atlético de Madrid, foi para a cobrança e a converteu com dificuldade, pois o goleiro Schon chegou a tocar na bola antes de a mesma entrar no gol.

Ainda na primeira etapa, Matuidi chegou a acertar a trave em uma finalização após um rebote dado pela defesa luxemburguesa, mas o terceiro gol francês saiu apenas aos 32 minutos do segundo tempo. Desta vez após cruzamento de Mendy, Giroud cabeceou no contrapé do goleiro adversário para selar o 3 a 1.

O resultado manteve Luxemburgo na lanterna do Grupo A das Eliminatórias Europeias, com apenas um ponto em cinco partidas disputadas. Assim, o país seguirá em busca de encerrar seu jejum de vitórias na rodada seguinte do qualificatório, no dia 9 de junho, fora de casa, contra a Holanda. No mesmo dia, a França pega a Suécia, também como visitante.

HOLANDA PERDE E SE COMPLICA

Em outro jogo realizado na noite deste sábado pelo Grupo A, a Holanda se complicou nas Eliminatórias ao ser derrotada por 2 a 0 pela Bulgária, fora de casa, em Sofia. O resultado fez o país cair para a quarta posição da chave, com apenas sete pontos, sendo ultrapassado pelos próprios búlgaros, que assumiram o terceiro lugar e agora contabilizam nove pontos.

Apenas o líder de cada grupo garante vaga direta para o Mundial da Rússia, enquanto os vice-líderes disputarão um playoff por um lugar na competição. Assim, uma vitória sobre Luxemburgo na próxima rodada será obrigatória para os holandeses, já que estão três pontos atrás da Suécia, atual segunda colocada da chave.

E a Bulgária liquidou a Holanda com dois gols em apenas 20 minutos neste sábado. Primeiro abriu o placar aos 5, após aproveitar uma falha do zagueiro De Ligt, o atacante Spas Delev dominou a bola no peito e finalizou para as redes. Depois, aos 20, o mesmo centroavante voltou a marcar após passar por um adversário na meia-lua e chutar para fazer 2 a 0.

Robben, grande nome do futebol holandês, esteve em campo, mas não conseguiu repetir as atuações decisivas que costuma exibir com a camisa do Bayern de Munique. O mesmo valeu para Bas Dost, do Sporting, de Portugal, que atualmente é o segundo maior artilheiro dos campeonatos nacionais europeus desta temporada, ficando apenas atrás de Messi.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.