Francana tenta evitar W.O. na A-2

A diretoria da Francana ainda não conseguiu resolver a pendência com a Federação Paulista de Futebol (FPF) para voltar a participar do Campeonato Paulista da Série A-2. Depois de cancelado o jogo que faria com o Olímpia, quinta-feira, o time de Franca espera quitar seus débitos para ter seus jogos confirmados pela entidade.Até o momento, a diretoria não saldou uma parcela de R$ 7 mil que deve à FPF, referente a uma dívida trabalhista com o ex-goleiro Alexandre. O presidente José Ari Alves esteve na sede da entidade, na expectativa de conseguir a marcação de uma nova data para o confronto. A alegação é que a mudança de data prejudica o clube, que poderia ter pago a dívida dentro da data original. Se não conseguir o acordo, a Francana corre o risco de ser seriamente punida pela entidade.Matonense - O clube de Matão também não conseguiu resolver seus problemas internos. O técnico Israel de Jesus continua punido por dois anos e meio, enquanto 26 jogadores estão suspensos por 120 dias. A defesa da Futura Esporte não vai recorrer tão já ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) do Rio de Janeiro. Antes, espera derrubar a liminar conseguida pelo presidente Oberdan Silva, na semana passada, para colocar em campo seus jogadores. O próximo jogo da Matonense será contra o Bragantino, sábado à tarde, em Bragança Paulista (SP). Em cinco jogos, o time não somou nenhum ponto.

Agencia Estado,

24 de fevereiro de 2005 | 19h14

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.