Francês diz que empate com Arábia teve "sabor amargo"

O francês Roger Lemerre, técnico da seleção da Tunísia, lamentou o empate das "águias de Cartago" por 2 a 2 contra a Arábia Saudita, nesta quarta-feira, em Munique. O resultado, na verdade, não foi bom para ambas as equipes, pois horas antes do encontro entre os africanos e os árabes, a Espanha havia goleado a Ucrânia por 4 a 0, dando um chance para os times sonharem com uma vaga para as oitavas-de-final do Mundial."Fizemos um ponto, mas pegamos a Espanha antes que a Arábia Saudita e os espanhóis ainda estarão brigando pela vaga", afirmou Lemerre, que acrescentou: "Começamos a partida bem, mas sem tanta confiança. Nosso primeiro gol deu uma certa tranqüilidade, mas não foi o suficiente".Sobre o futuro da Tunísia na competição, Lemerre acha que ainda dá para acreditar nas oitavas, mas "sabíamos que esta partida era essencial para nós". "Mas vamos lutar até o final, não vamos nos render nunca. A competição é muito difícil e logo de cara vamos ter de enfrentar a Espanha em um momento ruim para nós. O empate nos deixa em sabor amargo", concluiu o francês.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.