Franceses protestam contra violência

O sindicato dos jogadores profissionais da França pediu nesta segunda-feira à federação de futebol e à polícia atitudes enérgicas para combater a violência de que têm sido vítimas nos estádios. O protesto foi provocado pelos incidentes ocorridos em Marselha, no sábado, no clássico entre o Olympique e o Paris Saint-Germain. Torcedores atiraram no campo pedras, pilhas, abridores de garrafa, principalmente onde estavam o goleiro Letizi, do PSG, e o técnico Luis Fernandez. Além disso, um torcedor do PSG, de 18 anos, foi ferido por uma cadeirada na cabeça; sofreu traumatismo craniano e vai ficar com a perna direita paralisada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.