Fred cobra o Cruzeiro na Justiça

O atacante Fred entrou com processo na Justiça contra o Cruzeiro, seu ex-clube. Ele cobra 350 mil euros pela sua transferência para o Lyon, da França, em agosto passado.A ação de execução foi protocolada na quinta-feira no Fórum Lafayette, em Belo Horizonte. Convocado para a seleção brasileira que fará dois amistosos em novembro, no Oriente Médio, Fred já tinha recorrido à Fifa para receber o dinheiro, mas a entidade se declarou incompetente para julgar a questão.Fred tomou essa decisão porque se julga prejudicado financeiramente pelo clube mineiro. Na transferência, ele vendeu os15% que detinha de seus direitos federativos ao Lyon, pelos quaisreceberia cerca de 3 milhões de euros. A diretoria do Cruzeiro, porém, decidiu descontar deste montante parte do contrato de cinco anos que ele havia assinado e deixou de cumprir. Quando foi negociado, Fred estava há 13 meses no Cruzeiro, que repassou ao atleta 2,65 milhões de euros. Na ocasião, a diretoria cruzeirense também reteve um valor que é destinado ao clube que revela o jogador, alegando tratar-se de uma resolução da Fifa. Em entrevista a um programa da TV mineira, Fred disse que está "muito magoado" com o clube. "Só sairia do Cruzeiro se fosse uma coisa muito boa para todo mundo e nós colocamos tudo no papel. Mas, na hora de cumprir, houve esse erro. Estou triste", lamentou o atacante. "Eu tinha uma admiração e um respeito muito grande pelo presidente do clube (Alvimar de Oliveira Costa) e isso me chateou bastante."O advogado de Fred, José Veríssimo e Silva Araújo, calcula uma dívida total reivindicada de R$ 2,7 milhões, que, segundo ele, deverão ser corrigidos até o julgamento do mérito. O diretor de comunicação do Cruzeiro, Valdir Barbosa, revelou que o clube aguarda a citação oficial da Justiça para se defender.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.