Tasso Marcelo/AE
Tasso Marcelo/AE

Fred decide, e Fluminense bate Bangu de virada

Atacante não decepcionou a torcida e comandou a vitória por 3 a 1; time é o líder do Grupo A

SÍLVIO BARSETTI, Agencia Estado

21 de março de 2009 | 20h51

Fred foi mais uma vez decisivo e ajudou o Fluminense a vencer o Bangu por 3 a 1, de virada, na noite deste sábado, no Engenhão, pela quarta rodada da Taça Rio, o segundo turno do Campeonato Carioca. Ele fez o segundo gol e justificou de novo todos os apelidos que já recebeu da torcida tricolor: "Fredgol", "Fredômeno", "Fredmania". Com o resultado, o Fluminense assumiu a liderança do Grupo A do segundo turno, com 12 pontos.

Veja também:

tabela Classificação / Calendário / Resultados

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

É fato, no entanto, que o artilheiro não estava bem na partida. Na etapa inicial, quase não tocou na bola. Muito marcado, não conseguia produzir, assim como todo o time do Fluminense, que só deu o primeiro chute a gol aos 33 minutos de jogo. Antes, o Bangu abriu o placar, com o gol de Bruno, aproveitando passe de Tiano.

Depois da vantagem, o Bangu recuou e passou a atuar nos contra-ataques. O Fluminense obteve o empate ainda na etapa inicial, após uma cobrança de falta de Thiago Neves que Maurício concluiu de cabeça.

A torcida entoava cânticos de louvor a Fred, e a confiança que vinha das arquibancadas iluminou o atacante. Ele estava no lugar certo e na hora certa após boa jogada de Maicon pela direita. Só teve o trabalho de deslocar a bola do goleiro Diogo e marcar o gol da virada, para uma festa incontida de 12 mil pessoas no Engenhão.

Tasso Marcelo/AE

Atacante Fred arriscou um voleio na vitória do Fluminense por 3 a 1 sobre o Bangu, no Engenhão

No fim do jogo, o zagueiro Luiz Alberto foi à frente e mostrou calma e oportunismo para deixar sua marca. "A equipe se superou mais uma vez, saiu atrás e se recuperou, mostrou qualidade. O Carlos Alberto Parreira está de parabéns, pois o time melhorou muito com suas mudanças", elogiou Fred, referindo-se as alterações promovidas pelo treinador.

O sábado teve mais quatro jogos, com destaque para a goleada do Tigres sobre o Boavista por 5 a 0. O Madureira venceu o Mesquita por 2 a 1, mesmo placar da vitória do Friburguense sobre a Cabofriense. Em Macaé, o Macaé ficou no empate por 1 a 1 com o Americano.

FICHA TÉCNICA:

Bangu 1 x 3 Fluminense

Bangu - Diogo; William, Abílio (Márcio), Edinho e Rodrigo Melo; Marcão, Douglas Silva (Paulo Roberto), André Oliveira e Tiano (Fábio Saci); Bruno Luiz e Somália. Técnico: Mazolinha.

Fluminense - Ricardo Berna; Mariano, Cássio, Luiz Alberto e João Paulo; Jailton, Maurício (Marquinho), Conca (Romeu) e Thiago Neves; Fred e Éverton Santos (Maicon). Técnico: Carlos Alberto Parreira.

Gols - Bruno Luiz, aos 26, e Maurício, aos 39 minutos do primeiro tempo; Fred, aos 29, e Luiz Alberto, aos 38 do segundo tempo.

Árbitro - João Batista de Arruda.

Cartões amarelos - William, André Oliveira, Douglas Silva e Tiano (Bangu); Jailton e Marquinho (Fluminense).

Renda - R$ 191.239,50.

Público - 11.284.

Local - Engenhão, no Rio de Janeiro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.