Caio Amy/Divulgação - 31/7/2011
Caio Amy/Divulgação - 31/7/2011

Fred diz que permanecerá no Fluminense após polêmica

Após viagem com seleção brasileira, atacante está à disposição para jogo de domingo

AE, Agência Estado

12 de agosto de 2011 | 14h29

RIO - O atacante Fred acabou com as especulações sobre o seu futuro e anunciou que vai permanecer no Fluminense após a recente polêmica em que se envolveu com torcedores do clube. Após ser flagrado em um bar consumindo bebidas alcoólicas, o jogador foi perseguido por torcedores, que o ameaçaram, registrou o caso na polícia e admitiu que cogitava deixar o clube das Laranjeiras. Agora, porém, garantiu que vai ficar no time e agradeceu o apoio recebido na polêmica.

"Eu tive alguns dias de dificuldades, mas conversei bastante com minha família. Depois de alguns gestos de amigos e jogadores, eu decidi que tenho de ficar no Fluminense. Percebi que não estava sozinho nesse episódio e que só tinha pessoas boas do meu lado, além da polícia, do Ministério Público, do movimento do clube e do sindicato dos atletas, que repudiaram tudo que aconteceu", afirmou.

Fred estava na seleção brasileira, que perdeu para a Alemanha por 3 a 2 em amistoso disputado na quarta-feira em Stuttgart, e retornou ao Rio nesta sexta-feira. O atacante garantiu ter condições de enfrentar o Grêmio, domingo, em Porto Alegre, pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro. "Estou à disposição do [técnico] Abel [Braga]", disse.

Na noite da terça-feira da semana passada, Fred e Rafael Moura estavam em um bar no bairro de Ipanema, na zona sul do Rio, quando foram flagrados por torcedores, que ameaçaram os jogadores e teriam perseguido ambos. Um jornal carioca publicou a informação de que teriam sido consumidos 60 drinques na mesa em que o jogador estava.

Revoltado, Fred fez questão de mostrar nesta sexta-feira a conta do bar para comprovar que as alegações do jornal Extra eram falsas e criticou duramente o jornal e o jornalista que fizeram a matéria.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.