Fred e Diguinho ficam fora de treino, mas não preocupam

O técnico Carlos Alberto Parreira comemora a semana livre de jogos para poder aplicar um pouco mais de seu estilo ao Fluminense. Ele ficou satisfeito com a força de vontade do time na vitória de virada sobre o Macaé, por 3 a 1, no último domingo, mas não com o futebol apresentado. Para a partida contra o Bangu, no próximo sábado, o treinador não tem problemas entre os titulares, apesar de duas ausências inesperadas no treino desta terça-feira, nas Laranjeiras.

AE, Agencia Estado

17 de março de 2009 | 19h27

Fred, que mal chegou e já caiu nas graças da torcida com dois gols na estreia, deixou a atividade da tarde com dores musculares. O atacante foi poupado do restante dos trabalhos e, a princípio, não preocupa os médicos do clube. As dores nada têm a ver com o incômodo na virilha que quase o tirou do confronto com o Macaé. Quem também não atuou foi o volante Diguinho, que chegou gripado e reclamando de dor de garganta, mas deve estar em campo no sábado.

A única dúvida de Parreira ocupa o banco de reservas, apesar de ser um jogador que entrou nas últimas partidas comandadas pelo treinador até o momento. Leandro Bomfim agravou uma lesão no tornozelo direito e não sabe se enfrenta o Bangu. O meia, porém, disse que fará de tudo para estar à disposição.

Bomfim sabe que Parreira realiza observações na equipe e não quer desperdiçar nenhuma oportunidade de impressionar o técnico e perder espaço no elenco. "Felizmente, não haverá jogo essa semana e terei tempo para me recuperar. Não quero nem cogitar a possibilidade de ficar de fora", disse o meia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.