Wilton Júnior/AE
Wilton Júnior/AE

Fred faz, Fluminense bate Flamengo por 1 a 0 e dispara no topo

Time das Laranjeiras soma agora 59 pontos contra 53 do Atlético-MG

SÍLVIO BARSETTI, Agência Estado

30 de setembro de 2012 | 19h09

Num clássico emocionante, Fred e Diego Cavalieri foram decisivos e levaram o Fluminense a mais uma vitória - 1 a 0 sobre o Flamengo -, resultado que deixa o time tricolor cada vez mais próximo do título do Campeonato Brasileiro. Agora, ampliou para seis pontos a vantagem sobre o vice-líder, o Atlético-MG: 59 a 53. Fred fez o único gol do jogo, disputado no Engenhão, chegou a 13 e continua como artilheiro da competição. No final, Diego Cavalieri defendeu pênalti, desperdiçado por Bottinelli.

Mais eficiente no início, com uma equipe superior em talento a habilidade, o Fluminense marcou o gol após um cruzamento perfeito de Deco, que notou a antecipação de Fred à zaga do Flamengo. O atacante concluiu com estilo, com metade do corpo projetado para o lado. Apesar da desvantagem, o Flamengo não se intimidou e pressionou o rival em busca do empate. A diferença é que o Flu dispunha de Fred e o Fla, de Ibson. O meia esteve duas vezes livre diante de Diego Cavalieri e não conseguiu marcar. Numa delas, o goleiro teve mérito, com uma defesa arrojada.

Ainda que o rubro-negro tentasse o tempo todo chegar ao empate, prevalecia a versatilidade do time do Fluminense. Thiago Neves produzia grandes jogadas, com dribles e arrancadas. Teve a seu favor três cobranças de falta. Em duas, a bola bateu na trave. Na outra, Felipe evitou o gol. Enquanto isso, Deco acertava todos os passes e se livrava da marcação com facilidade. Completou neste domingo sua 11.ª partida pelo Flu no Brasileiro, com saldo de nove vitórias e dois empates.

Wellington Nem apostava na correria e estonteava os defensores do Flamengo. Além disso, a equipe contava com Fred e Diego Cavalieri, opostos no espaço que ocupam em campo, mas sintonizados na hora de decidir a favor do líder do Brasileiro.

Sem nenhuma grande referência, o Flamengo dependia de uma ou outra boa jogada de Leonardo Moura e de um lampejo de Vagner Love, artilheiro do time com 11 gols.

Aos poucos, contrariando ordem do técnico Abel Braga, o Flu recuou e permitiu novas chances para o Flamengo. Cléber Santana perdeu gol incrível. Logo depois, Nixon, de cabeça, obrigou Cavalieri a se esticar para impedir o empate. Mas ainda faltava outro lance capital antes de o Flu conquistar mais três pontos. Diguinho, que entrara na vaga de Fred, derrubou Wellington Silva na área. A torcida do Flamengo comemorou por antecipação o empate. Subestimou o melhor goleiro do Brasileiro. Cavalieri, com elasticidade, deixou Bottinelli sem ação.

No minuto seguinte, Vagner Love completou para o gol, mas em impedimento. O sofrimento dos tricolores acabaria em seguida. O dos flamenguistas reacendeu: o time soma 34 pontos e voltou a ter de conviver com a ameaça de rebaixamento.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 0 x 1 FLUMINENSE

FLAMENGO: Felipe; Wellington Silva, Frauches, Marcos González e Ramon; Amaral (Renato Abreu), Ibson, Léo Moura (Botinelli) e Cleber Santana; Liedson (Nixon) e Vagner Love. Técnico: Dorival Júnior

FLUMINENSE: Diego Cavalieri; Bruno, Gum, Digão e Carlinhos; Edinho, Jean, Deco e Thiago Neves (Wagner); Wellington Nem (Marcos Junior) e Fred (Diguinho). Técnico: Abel Braga.

GOL: Fred, aos 18 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO: Marcelo de Lima Henrique (Fifa-RJ).

CARTÕES AMARELOS: Digão, Thiago Neves, Vagner Love, Ramon, Amaral, Edinho, Jean e Fred.

CARTÃO VERMELHO: Ramon.

RENDA E PÚBLICO: não disponíveis.

LOCAL: Estádio do Engenhão, no Rio.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoFluminenseFlamengo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.