Nelson Perez/Divulgação
Nelson Perez/Divulgação

Fred marca no fim, Flu derrota o Atlético-PR e garante a vice-liderança

Atacante faz gol da vitória por 2 a 1 em Curitiba aos 48 do segundo

Estadão Conteúdo

12 de julho de 2015 | 18h13

O Fluminense entrou em campo para encarar o Atlético-PR, na Arena da Baixada, em Curitiba, pela 13ª rodada do Brasileirão, empolgado após o anúncio da contratação de Ronaldinho Gaúcho até o fim de 2016. A equipe carioca não apresentou um futebol consistente, mas o suficiente para derrotar o time da casa por 2 a 1, com gol decisivo de Fred nos descontos, e garantir a vice-liderança da competição ao chegar aos 27 pontos, dois a menos que o líder Atlético-MG. O time paranaense continua com 19 pontos, em uma posição intermediária na tabela.

O duelo começou com polêmica na Arena da Baixada. Logo aos quatro minutos, Fred tentou o passe dentro da área e a bola bateu no braço de Kadu. Os jogadores da equipe carioca reclamaram pênalti, mas o árbitro Anderson Daronco mandou o jogo seguir.

Após o susto, o Atlético-PR acordou e pressionou os visitantes. Em dois lances, a partir dos 13 minutos de jogo, o time da casa ameaçou o Flu, primeiro com Marcos Guilherme, que arriscou chute de fora da área e Diego Cavalieri pulou firme para fazer boa defesa. Depois com Ytalo, que foi até a linha de fundo e rolou para trás para Marcos Guilherme, de novo, chegar batendo para boa defesa de Cavalieri.

As duas equipes aumentaram o ritmo e os goleiros trabalharam bastante, com Weverton aparecendo em mais de uma oportunidade para impedir o gol do time carioca. Antes do fim do primeiro tempo, um susto para o Flu. Fred caiu em campo sentindo dores, mas se recuperou após o atendimento médico.

Na volta do intervalo, o Fluminense mostrou que queria sair com a vitória da Arena da Baixada para permanecer no G4 do Brasileirão. Em lance pela esquerda, logo a um minuto de jogo na etapa final, Gustavo Scarpa cruzou da esquerda, Marcos Júnior finalizou firme de dentro da pequena área e Weverton fez a melhor defesa do confronto.

Mas o gol dos visitantes não demorou para acontecer. Em jogada bem trabalhada, Fred deu lindo passe para Gustavo Scarpa, que entrou no meio da zaga atleticana, invadiu a área e bateu forte para abrir o placar.

Com a desvantagem, os anfitriões saíram para o jogo. Aos 14, Antônio Carlos saiu jogando mal e Walter ficou com a bola, batendo com perigo para boa defesa de Cavalieri. Na mesma jogada, no rebote, Sidcley chutou firme e Wellington Silva se jogou na bola para salvar a equipe carioca.

Após aumentar a pressão, o Atlético-PR conseguiu seu empate, aos 24. Walter ganhou a jogada em cima de Gum e Renato pela esquerda e cruzou na cabeça de Sidcley, que empatou o duelo com uma excelente cabeçada.

O gol animou os mandantes, que quase viraram com Ytalo. O jogador chutou firme da marca do pênalti para mais uma ótima defesa do goleiro do Fluminense. Mas o ímpeto dos jogadores do time da casa parou por aí e o time voltou a aceitar o toque de bola do Flu. As duas equipes voltaram a se retrair, não se arriscando tanto, preferindo bolas aéreas e jogadas individuais com pouco efeito.

Quando tudo levava a crer que o empate seria o resultado do confronto, o Fluminense descolou uma jogada rápida pela direita, já nos acréscimos, com Renato, que cruzou com precisão para Fred conferir de cabeça e garantir a vitória da equipe do Rio.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-PR 1 X 2 FLUMINENSE

ATLÉTICO-PR - Weverton; Eduardo, Vilches, Kadu e Natanael; Otávio, Jadson e Ytalo; Marcos Guilherme, (Edigar Junio, depois Sidcley), Nikão e Walter (Cléo). Técnico: Milton Mendes.

FLUMINENSE - Diego Cavalieri; Wellington Silva (Renato), Gum, Antônio Carlos e Giovanni; Edson, Rafinha (Marlon), Gustavo Scarpa e Gerson (Lucas Gomes); Marcos Junior e Fred. Técnico: Enderson Moreira.

GOLS - Gustavo Scarpa, aos 6, Sidcley, aos 24, e Fred, aos 48 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Natanael (Atlético-PR); Edson e Marcos Junior (Fluminense).

ÁRBITRO - Anderson Daronco (Fifa/RS).

RENDA - R$ 317.655,00.

PÚBLICO - 17.522 pessoas.

LOCAL - Arena da Baixada, em Curitiba (PR).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.