Fred quer bola do gol pela seleção para presentar o pai

O atacante Fred conseguiu um feito neste domingo. Entrou em campo aos 42 minutos do segundo tempo e três minutos depois marcou o segundo gol do Brasil sobre a Austrália, garantindo a vitória por 2 a 0 em Munique. Assim que acabou a partida, ele tratou de pegar a bola e levar embora consigo, mas no vestiário teve que devolver aos árbitros, por determinação da Fifa. Ia ser um presente para seu pai, que mora em Minas Gerais."Essa bola eu queria guardar, dar para o meu pai. Espero que me arrumem uma e vou pedir para os jogadores assinarem. Fazer um gol em minha estréia na Copa é incrível. Graças a Deus deu tudo certo, estou muito feliz pela vitória. Sou abençoado, está dando tudo certo e espero trabalhar forte no dia a dia para ajudar a seleção", discursou o jogador na entrevista para as emissoras de TV logo após o jogo. Para o futuro, após esta vitória, o jovem jogador do Lyon - que esteve ameaçado de não ir para o Mundial pois tinha a concorrência de Nilmar, do Corinthians - é otimista. E vê frutos positivos dos últimos treinos. "Nossa equipe está evoluindo, o que está dificultando é a qualidade dos outros times. Mas o que está ajudando é que o ataque está se movimentando mais. Agora que estamos classificados estamos com moral para o próximo jogo, contra o Japão."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.